Alagoanos são selecionados para eleições do Conselho Nacional de Política Cultural

Candidatos concorrem à etapa nacional do processo; ao todo, foram 70 mil inscrições e 545 eleitos distribuídos em 16 colegiados setoriais.

Alagoanos são selecionados para eleições do Conselho Nacional de Política Cultural

Alagoas tem 17 candidatos selecionados para etapa nacional do processo eleitoral do Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC), que visa propor a formulação de políticas públicas para o desenvolvimento e o fomento das atividades culturais. 

O resultado da etapa estadual foi divulgado na última segunda-feira (19), pela Secretaria de Articulação Institucional do Ministério da Cultura (SAI/MinC). Ao todo, foram 70 mil inscrições e 545 eleitos distribuídos em 16 colegiados setoriais. 

Os alagoanos selecionados estão representando os setores de Arte Digital, Artes Visuais, Artesanato, Circo, Culturas Afro-brasileiras, Culturas Populares, Dança, Design, Literatura, Livro e Leitura, Moda , Música, Patrimônio Imaterial, Patrimônio Material e Teatro. 

Estão concorrendo Jimmy Mendonça, José Antonio, Giselle Torres, Josefa Moraes, Tatiana Rocha, Rodrigo Petinatti, Wilton Cordeiro, Jurandir Bozo, José de Arimatéia, Yaçannã Rodrigues, Bruno Belo, Damiana Maria, Elaine Fonseca, Luiz Fernando, Mãe Miriam, Jefferson Lima e Ticiane Simões.

Para novembro, estão previstos amplos debates, que serão aprofundados nos Fóruns Nacionais. Os eleitos, em cada estado e em cada Colegiado Setorial, estarão reunidos em três fóruns nacionais para construir a agenda do próximo biênio e proceder a eleição dos representantes, titulares e suplentes, de cada um dos Colegiados, além do pleno do CNPC.

 

 As eleições

 O Ministério da Cultura, na perspectiva de ampliação dos canais de diálogo e aperfeiçoamento das instâncias de participação social, retomou o processo de renovação dos Colegiados Setoriais e representantes da sociedade civil das áreas técnico-artísticas e do Patrimônio Cultural no Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC) para o período de 2015 a 2017, por meio dos Fóruns Nacionais Setoriais, que serão realizados de maneira descentralizada e presencial.

A atual proposta de processo eleitoral foi validada internamente no âmbito do Comitê de Integração de Políticas Culturais (CIPOC), que reúne os dirigentes do Sistema MinC, e com o Grupo de Trabalho (GT) da sociedade civil. O processo está dividido em três etapas fundamentais. A próxima e última etapa são os Fóruns Nacionais Setoriais.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade