Angela Sousa retoma sua rotina após briga com ex- BBB Yuri: 'Voltei a ensaiar'

Em entrevista ao EGO, nesta terça-feira, 9, a bailarina do 'Domingão do Faustão' diz estar seguindo a sua vida 'com a consciência tranquila'.

Angela Sousa retoma sua rotina após briga com ex- BBB Yuri: 'Voltei a ensaiar'

Angela Sousa está se recuperando após ter se envolvido, na última semana,  em uma briga com o agora ex-namorado, Yuri Fernandes. No entanto, a bailarina do “Domingão do Faustão” não quer saber de ficar remoendo o episódio.

Em conversa com o EGO, nesta terça-feira, 9, ela disse que quer seguir a sua vida. “Estou me recuperando de tudo isso com o carinho da minha família e amigos. A Globo está me dando todo apoio possível para a minha vida voltar ao normal. Voltei a ensaiar e tentar fazer minhas atividades normais, na medida do possível. Estou com minha consciência tranquila, mas é impossível não ficar magoada com tudo que aconteceu”, afirmou, através de sua assessoria.

Ainda não se sabe se a bailarina estará no programa, neste domingo, mas ela está seguindo sua rotina. Segundo sua assessoria, Angela está indo à academia, às aulas da faculdade de Jornalismo que cursa e, nesta terça-feira, voltou a ensaiar no Projac, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. “Em breve, veremos ela de novo no programa”, garante a assessora.

Entenda o caso
O ex-BBB e a bailarina do “Domingão do Faustão” curtiam férias no local até que os doisdiscutiram na madrugada de sexta-feira, 5. Por conta da gritaria, os seguranças do hotel decidiram intervir e chamar a Polícia Militar. Eles foram levados para a Delegacia da Mulher, no Centro de Maceió, e chegaram no local por volta das 8h, segundo informações de um policial. Apesar da agressão entre o casal ter sido mútua, Yuri foi enquadrado na Lei Maria da Penha e encaminhado para Casa de Custódia II, em Maceió. Ele esteve detido por uma noite em uma cela comum e superlotada. Segundo o chefe da cadeia, André Ribeiro, o ex-BBB chorou muito e se mostrou arrependido.

No sábado, a dançarina recebeu o EGO na casa de seus pais, no subúrbio do Rio de Janeiro, e conversou sobre a briga que teve Yuri em um hotel em Maceió na madrugada de sexta, 5. Ainda assustada com o ocorrido e com hematomas no rosto, nos braços e nas costas, ela resumiu seus sentimentos: “Estou com a consciência tranquila. Disse no depoimento exatamente tudo o que aconteceu, dei cada detalhe. Mas ele está dizendo coisas que não aconteceram. Este circo que ele criou está ficando feio para ele. Não tenho raiva dele, não tenho pena, não tenho ódio nem tenho mais o amor que sentia por ele. Eu quero apenas que a Justiça seja feita”.

Já Yuri, que pagou uma fiança no valor de R$ 5 mil para deixar a Casa de Custódia II, em Maceió, segue negando ter agredido a bailarina. “No quarto ela começou a me xingar e eu tentei contê-la porque ela começou a se debater. O normal é segurar ou empurrar. Ela é muito forte, dá pra ver pelas marcas aí que ela é uma pessoa muito forte, mas a princípio eu tentei contê-la. Li algumas coisas e ela falando que eu dei um direto no olho dela. Se isso tivesse acontecido, ela teria entrado no hospital ou estaria inchado de uma forma surreal”, disse ele em uma coletiva de imprensa.

 

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade