Apala realiza fórum de oncohematologia em Maceió

A Associação dos Pais e Amigos dos Leucêmicos de Alagoas (Apala) realiza, entre os dias 19 a 21 de maio, no centro de eventos do Hotel Jatiúca, em Maceió, o II Fórum Alagoano em Oncohematologia Infantojuvenil. As pessoas interessadas em participar já podem fazer a inscrição através do endereço eletrônico http://forumapala.com.br  O Fórum, que tem o […]

Apala realiza fórum de oncohematologia em Maceió

A Associação dos Pais e Amigos dos Leucêmicos de Alagoas (Apala) realiza, entre os dias 19 a 21 de maio, no centro de eventos do Hotel Jatiúca, em Maceió, o II Fórum Alagoano em Oncohematologia Infantojuvenil. As pessoas interessadas em participar já podem fazer a inscrição através do endereço eletrônico http://forumapala.com.br 

O Fórum, que tem o objetivo de promover a discussão, reflexão e normatização das práticas oncohematológicas, além, de enfocar a atuação dos profissionais, estudantes e voluntários juntos à pessoa com câncer, também marca as comemorações pelos 23 anos da Instituição que atua sem fins lucrativos na prestação de assistência às pessoas com câncer em Alagoas.

A programação conta com palestras, pôsteres, minicursos e a presença de representantes do Ministério da Saúde, além de profissionais alagoanos e de estados como Pernambuco, Bahia, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul que irão participar das palestras, minicursos e mesas redondas.

Entre os assuntos que serão abordados está a inserção do paciente em todas as etapas do tratamento de câncer no Plano Estadual de Atenção à Oncologia Infantojuvenil.

Para discutir sobre essa questão foi convidada a Doutora da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (SOBOPE), Tereza Cristina Cardoso Fonseca, e também representantes do Ministério da Saúde e das secretarias Municipal e Estadual de Saúde, Ministério Público e Defensoria Pública de Alagoas, além de responsáveis pelos hospitais que são referência no tratamento oncopediátrico. 

De acordo com Rosa Fernandes, presidente da Apala e uma das organizadoras do evento, a discussão é importante e necessária para a causa em Alagoas. Ela acrescenta que os participantes também poderão conhecer um pouco mais sobre a leucemia. Uma das palestras vai abordar os cuidados que os profissionais de saúde têm que adquirir quando a criança sangra. O sangramento no público infantojuvenil pode acontecer na suspeita ou durante o diagnóstico e tratamento de câncer. O palestrante Manoel Sobrinho, mais conhecido como Doutor Léo, vai explicar sobre as medidas emergenciais que o profissional tem que aplicar nesses momentos. Viviane Junqueira será a representante do Instituto Ronald McDonald, e atuará como palestrante na Mesa redonda “Diagnóstico Precoce: o tempo em favor da cura”. 
 

O evento tem o patrocínio do Instituto Ronald McDonald e será realizado em parceria com a Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL), com o apoio institucional da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (Sobope) e da Confederação Nacional das Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer (CONIACC). 

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Cinemas