Artistas do Alagoas participam da exposição Vaivém, no CCBB São Paulo, que apresenta as redes de dormir na arte e cultura visual no Brasil em mais de 300 obras dos séculos 16 ao 21

Símbolo da cultura indígena e objeto presente na criação da identidade brasileira, a rede está em trabalhos de cerca de 141 artistas, incluindo nomes como Benedito José dos Santos e Rodrigo Ambrósio

Assessoria de Comunicação

Artistas do Alagoas participam da exposição Vaivém, no CCBB São Paulo, que apresenta as redes de dormir na arte e cultura visual no Brasil em mais de 300 obras dos séculos 16 ao 21 Rodrigo Ambrosio

Dois artistas alagoanos participam da exposição Vaivém, que fica em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo até 29 de julho. Com curadoria de Raphael Fonseca, crítico, historiador da arte e curador do MAC-Niterói, a mostra explora as redes de dormir nas artes e na cultura visual do Brasil. Estão reunidas mais de 300 obras de 141 artistas dos séculos 16 ao 21. Entre esses, 32 são indígenas.

O público pode contemplar a obra Enterro na Rede, do escultor Benedito José dos Santos, conhecido por seus trabalhos sagrados e de santos. Já o designer Rodrigo Ambrósio, apresenta a obraSertanejo.

“Longe de reforçar os estereótipos da tropicalidade, esta exposição investiga as origens das redes e suas representações iconográficas: ao revisitar o passado conseguimos compreender como um fazer ancestral criado pelos povos ameríndios foi apropriado pelos europeus e, mais de cinco séculos após a invasão das Américas, ocupa um lugar de destaque no panteão que constitui a noção de umaidentidade brasileira”, afirma o curador, que pesquisou o tema por mais de quatro anos para sua tese de doutorado em uma universidade pública.

 Com pinturas, esculturas, instalações, fotografias, vídeos, documentos, intervenções e performances, além de objetos de cultura visual, como HQs e selosVaivém ocupa todos os espaços expositivos do CCBB São Paulo, do subsolo ao quarto andar, e está estruturada em seis núcleostemáticos e transhistóricos.

 

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade