Bloco Caveira retorna ao pré-carnaval e arrasta mais de 15 mil foliões na orla da Praia da Pajuçara

Quem foi à Praia da Pajuçara neste final de semana viu milhares de pessoas matando a saudade da época do Maceió Fest

Assessoria de Comunicação / Janaína Soares

Bloco Caveira retorna ao pré-carnaval e arrasta mais de 15 mil foliões na orla da Praia da Pajuçara Márcia Freire. Foto: Foco Produções

Foi um desfile emocionante e um mar de gente tomou conta da orla de Maceió durante o desfile que marcou a volta do Bloco Caveira à avenida. Estimativas oficiais apontam para mais de 15 mil foliões nas ruas, que cantaram e dançaram ao som da artista baiana Márcia Freire. No último sábado (8), o sucesso da festa mostrou a consagração desse bloco, que, mesmo após 15 anos de pausa, permaneceu vivo na memória afetiva do povo de Alagoas.

Quem foi à Praia da Pajuçara neste final de semana viu milhares de pessoas matando a saudade da época do Maceió Fest, evento que reunia vários blocos na orla da capital durante três dias de folia, na década de 1990. O Bloco Caveira, após um silêncio que durou mais de uma década, retornou à avenida e desfilou imponente por mais de quatro horas. Em cima do trio, o furacão Márcia Freire fez todo mundo relembrar grandes sucessos e não deixou ninguém parado. E, no asfalto, uma multidão, num visível clima de confraternização, espalhou alegria e música por todos os lados. “Foi incrível, fantástico. Que o Caveira dure para sempre”, disse Sandra Soares. “Quando vamos nos ver de novo, Caveira?”, perguntou Márcio Oliveira, após o fim do desfile.

Além de cantar as canções que marcaram a sua carreira, como “Lero lero”, “Vai sacudir, vai abalar”, “Doce obsessão” e “Canto ao pescador”, Márcia Freire reviveu hits que fizeram sucesso na história do axé music, colocando em seu repertório músicas de Ivete Sangalo, Netinho, Margareth Menezes, É o Tchan e Chiclete com Banana, por exemplo. “Eu sempre venho em Maceió, mas, dessa vez, confesso que o coração bateu mais forte e acelerado. Quando eu subi no trio e comecei a cantar o Caveira, voltou o Maceió Fest na minha cabeça e a sensação que tive foi que ele jamais acabou. Foi lindo, Alagoas. Obrigada por terem embarcado nessa conosco”, disse ela.

E todo percurso do bloco foi feito sem nenhum incidente, graças a estrutura preparada pela organização do bloco. Ao todo, foram 330 seguranças e cordeiros que trabalharam para que os foliões pudessem se divertir à vontade. “Estava tudo muito organizado e eu me senti segura durante todo o tempo”, comentou a jornalista Patrícia Barros.

Confira as fotos:

Bloco Caveira Parte 1
Bloco Caveira Parte 2

Desfile do bloco Caveira.
Foto: Foco Produções

Organizadores comemoram o sucesso do #CaveiraPraSempre

Foram os empresários Augusto Marques e Sérgio Feitosa que colocaram o Caveira de volta às ruas. Augusto, fundador do bloco, afirmou que, já há alguns anos, vinha amadurecendo a ideia, mas só agora em 2020 pôde realizar o sonho de ver Caveira novamente à avenida. “É uma alegria tão grande que não cabe dentro da gente. Como foi lindo ver o nosso bloco ocupando a orla inteira, com todas os foliões brincando com alegria e num clima de paz. Definitivamente, o Caveira retornou, a partir deste ano, oficialmente no calendário do pré-carnaval de Maceió, fortalecendo essa festa. E o objetivo é que consigamos tornar Maceió a capital das prévias. Quem sabe em 2021 teremos outros blocos, desfilando junto conosco na avenida? É uma real possibilidade”, declarou.

Sérgio Feitosa também comemorou o sucesso do bloco. “O Caveira fez parte da vida de muita gente e sempre foi um bloco respeitado por toda a sua história. E foi exatamente por isso que milhares de pessoas acreditaram no seu retorno. Estamos imensamente felizes porque, além de proporcionarmos esse momento de alegria para os foliões, o Caveira também ajudou a movimentar a economia do estado, inclusive, trazendo gente de outros estados para cá, como Pernambuco e Sergipe”, comentou o sócio da Celebration Entretenimento.

Augusto Marques e Sérgio Feitosa também aproveitaram a oportunidade para agradecer a todos os parceiros e patrocinadores que, junto com eles, acreditaram que a volta do Caveira seria um sucesso. “Gratidão à Liga Carnavalesca, à Prefeitura de Maceió, à Polícia Militar, a toda a imprensa que nos ajudou na divulgação, aos parceiros e aos patrocinadores, tão fundamentais para que o bloco pudesse dar certo. E, claro, nosso agradecimento especial a cada folião que esteve conosco, dentro do bloco e na pipoca, durante as quatro horas de desfile. Que chegue logo 2021 para que a gente possa se reencontrar novamente”, afirmaram eles.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade