Bompreço participa da Semana do Peixe com itens até 17% mais baratos

Até o dia 15 de setembro, o Bompreço participa da Semana do Peixe, evento promovido pela Abras (Associação Brasileira de Supermercados) e pelo Comitê da Cadeia Produtiva da Pesca e Aquicultura da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Compesca/Fiesp), que visa estimular o consumo de pescados em todo o País. Neste período, as lojas estarão […]

Bompreço participa da Semana do Peixe com itens até 17% mais baratos

Até o dia 15 de setembro, o Bompreço participa da Semana do Peixe, evento promovido pela Abras (Associação Brasileira de Supermercados) e pelo Comitê da Cadeia Produtiva da Pesca e Aquicultura da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Compesca/Fiesp)que visa estimular o consumo de pescados em todo o País. Neste período, as lojas estarão com preços de pescados até 17% mais baratos. 

Em busca por produtos mais saudáveis, o consumidor passou a consumir mais peixes nos últimos anos. Mas, ainda o brasileiro consome menos do que a quantidade diária recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), de 12.7kg/ano. A preferência é por peixes congelados, que registram um incremento nas vendas acima da média da categoria. “Mas têm clientes que não trocam o hábito da compra do peixe fresco, principalmente quando a intenção de consumo é para um peixe assado inteiro ou recheado”, observa Dante Proveti, diretor comercial do Walmart Brasil. 

Atento à preferência dos consumidores, a indústria tem investido na categoria de pescados congelados, aumentando o sortimento em itens que agregam praticidade e conveniência. Só no primeiro semestre deste ano, algumas especialidades de pescados registraram crescimento de duplo dígito em relação à venda do mesmo período anterior.  “Com opções cada vez mais práticas, a expectativa é que a venda de pescados continue crescendo nos próximos anos”, acredita. 

Entre os peixes mais vendidos nas lojas do Bompreço estão filé de Tilápia, filé de Salmão, filé de Merluza, Salmão inteiro fresco, Tilápia inteira fresca, Tainha inteira fresca, posta de Cação e frutos do mar. 

Rastreados 

O Bompreço  é o único varejista no país a ter cerca de 80% do volume de pescados comercializados já rastreados. A empresa foi pioneira ao lançar um programa de monitoramento da cadeia de pescado no país, em 2015, em parceria com a ONG Sustainable Fisheries Partnership (SFP). 

De acordo com a empresa, o objetivo é comercializar pescados de origem mais sustentável, contribuindo para a preservação da biodiversidade aquática e marinha, apoiar e promover ações que fomentem a responsabilidade social na cadeia. “Com este programa, reforçamos o nosso compromisso de fornecer aos nossos clientes pescado e frutos do mar de qualidade e oriundos de formas de manejo mais sustentáveis, que promovam também a inclusão social e o desenvolvimento das comunidades”, afirma Dante Proveti. 

O programa de monitoramento da cadeia de pescado do Walmart Brasil já conta com a participação dos 16 maiores fornecedores de pescados congelados, seis deles acabam de ser inseridos no programa. Empresas como Frescatto, DellMare, Pioneira da Costa, West Norway já estão utilizando o sistema há um ano e inseriram informações relativas às principais espécies e áreas de pesca. Atualmente, o programa já mapeou 26 pescarias – definido por espécie, zona de pesca e arte de pesca. “Com o sistema, conseguimos avaliar o grau de risco associado à sustentabilidade das pescarias e rastrear de onde vêm os pescados que comercializamos. Com base nisso, definimos as espécies prioritárias a serem trabalhadas com o objetivo de promover práticas sustentáveis no setor junto aos nossos fornecedores”, explica Tatiana Trevisan, gerente de Sustentabilidade do Walmart Brasil.

Publicidade

Correndo Atrás de Um Pai
HVT Card

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Correndo Atrás de Um Pai