Cães são encontrados enforcados na Avenida Durval de Góes Monteiro

Populares dizem que animais foram queimados vivos nesse domingo; OAB vai cobrar investigação da Polícia Civil

Cães são encontrados enforcados na Avenida Durval de Góes Monteiro

Cães criados por um morador de rua na Avenida Durval de Góes Monteiro, no Tabuleiro do Martins, em Maceió, foram encontrados enforcados no canteiro central da via nesse domingo (14). No local, populares denunciaram que os animais foram queimados enquanto ainda estavam vivos.

A cena chamou a atenção de autoridades. A Comissão de Meio Ambiente e Bem Estar Animal, da seccional alagoana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), promete cobrar uma investigação policial para que o responsável pelo crime seja localizado.

A assessoria de comunicação da OAB informou, nesta segunda-feira (15), que a presidente da Comissão de Meio Ambiente, Rosana Jambo, vai ao Ministério Público Estadual (MPE) formalizar denúncia.

Integrante do Projeto Acolher, que cuida de animais abandonados, Naíne Teles se disse indignada com o cenário que encontrou. “Recebi diversas ligações, mas não queria acreditar que era verdade o que estava ouvindo. Fui até o local e, infelizmente, constatei a denúncia”, explicou à Gazetaweb.

De acordo com ela, um dos animais estava enforcado com uma corrente e outro com uma corda. “Não posso afirmar quem é o responsável, porque não presenciei o fato, mas as denúncias são de que as mortes foram provocadas pelo morador de rua que cuidava dos animais no local”.

Naíne Teles diz que não é possível afirmar que os animais foram incendiados logo após ser enforcados. “Os corpos dos cães aparentam estar em estado de decomposição. Então, não é possível dizer se eles foram enforcados e queimados vivos ou se morreram e foram pendurados posteriormente”.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade