Com cursos gratuitos, Barra de São Miguel aprova 70% dos alunos para o Ifal

O cursinho gratuito é uma iniciativa da Prefeitura para as vagas ofertadas pelo Ifal de Marechal Deodoro

Com cursos gratuitos, Barra de São Miguel aprova 70% dos alunos para o Ifal

Setenta por cento dos alunos do 9º ano da Barra de São Miguel que aderiram às aulas de reforço oferecidas pela Prefeitura Municipal foram aprovados e conquistaram uma vaga no Instituto Federal de Alagoas (Ifal), em Marechal Deodoro.

A Prefeitura Municipal da Barra de São Miguel garante gratuitamente o curso preparatório desde 2013, aos sábados, a fim de preparar os alunos da rede pública para o processo seletivo do Ifal.

O município garante ainda o transporte dos alunos para o Ifal e também para todas as faculdades localizadas nos municípios de Maceió e São Miguel dos Campos.

Para a secretária municipal de Educação, Neuza Calheiros, além da implantação do Plano de Cargos e Carreiras que motivou os professores, outras medidas também contribuíram para uma melhor qualidade do ensino na Barra.

Segundo a secretária, em todas as escolas há oferta para a prática de xadrez. Em 2014, o projeto “Xadrez, a ginástica da inteligência”, de Jaime Miranda, hoje presidente da Federação Alagoana de Xadrez, chegou ao conhecimento da Prefeitura Municipal da Barra. “Compramos a ideia imediatamente porque entendemos que o xadrez ajuda na melhoria de atitude, liderança, agilidade de pensamento e raciocínio lógico”, observou.

O xadrez começou, em 2014, em duas escolas como projeto piloto. Como a experiência foi positiva, em 2015, o xadrez foi incluído como parte da disciplina de matemática, inclusive com avaliação. Neuza explicou que o xadrez é tratado como ferramenta pedagógica e associada à matemática para contribuir com o raciocínio lógico. “A partir dessa experiência, os alunos foram participando de campeonatos e temos campeões de várias faixas etárias. Em 2016, éramos a 9ª cidade enxadrista em número de federados no Brasil”, comemorou.

Para a secretária e pedagoga, outra estratégia adotada pelo município que teve reflexo direto no desempenho dos alunos é a prática esportiva. As escolas oferecem várias modalidades, a exemplo de judô, ballet, jiu-jitsu, futebol masculino e feminino, e tênis. “Percebemos que os alunos passam a se interessar pela escola por também oferecer o esporte e estamos ocupando o contra turno dos alunos que, se não fosse isso, poderiam ficar na rua”, afirmou Neuza. Para este ano, a Secretaria Municipal de Educação da Barra vai implantar as modalidade esportivas de vôlei e atletismo.

Publicidade

HVT Card

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

HVT Card