Copa traz ao Brasil 600 mil turistas de 186 países

Maioria dos turistas da Copa, 62%, estão vindo ao Brasil pela primeira vez; informação é do ministro do Turismo, Vinicius Lages, que participou de entrevista coletiva nesta segunda (16); segundo ele, mais de 3,1 milhões de brasileiros e 600 mil estrangeiros devem viajar pelo Brasil devido ao evento; previsão do governo é que esse fluxo […]

Copa traz ao Brasil 600 mil turistas de 186 países

Maioria dos turistas da Copa, 62%, estão vindo ao Brasil pela primeira vez; informação é do ministro do Turismo, Vinicius Lages, que participou de entrevista coletiva nesta segunda (16); segundo ele, mais de 3,1 milhões de brasileiros e 600 mil estrangeiros devem viajar pelo Brasil devido ao evento; previsão do governo é que esse fluxo de turistas injete R$ 6,7 bilhões nas 12 cidades-sede

A Copa do Mundo será responsável pela vinda de turistas de 186 países ao país. A maioria deles, 62% estão vindo ao Brasil pela primeira vez. A informação é do ministro do Turismo, Vinicius Lages, que participou de entrevista coletiva hoje no Centro Aberto de Mídia João Saldanha, no Forte de Copacabana, no Rio de Janeiro. Segundo Lages, mais de 3,1 milhões de brasileiros e 600 mil estrangeiros devem viajar pelo Brasil devido ao evento. A previsão do governo é que esse fluxo de turistas injete R$ 6,7 bilhões nas 12 cidades-sede.

Somente no Rio de Janeiro, com apenas um jogo até agora, ingressaram US$ 50 milhões na economia local em três dias, considerando o custo médio de gastos com traslado, hospedagem e alimentação. A avaliação é do secretário de Turismo do Estado do Rio, Claudio Magnavita.

Ele citou estimativas de que 50 mil argentinos vieram ao Rio para ver o jogo em que a seleção do país vizinho derrotou a Bósnia-Herzegovina ontem por 2 a 1 no Maracanã. No total, os argentinos gastaram em média US$ 1 mil durante a estada na cidade. Boa parte dos turistas não tem ingressos para as partidas e, apesar disso, participaram do clima de festa da Copa. Eles se espalharam ao longo de domingo por toda a cidade.

Para além da receita gerada no torneio, a Copa representa uma oportunidade de visibilidade para o Brasil. De acordo com o ministro do Turismo, o país está vem se mostrando como receptivo, hospitaleiro. Lages avalia de maneira muito positiva o balanço do evento. Na Copa das Confederações, no ano passado, 138 cidades brasileiras foram visitadas. “Esse número deve pelo menos dobrar com a Copa do Mundo”, destacou.

Segundo o Ministério do Turismo, a maior visibilidade do Brasil se dá também para quem não veio ao país. Cerca de 3,6 bilhões de pessoas, quase metade da população do planeta, está acompanhando a Copa por TV, internet, celular ou outros meios.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade