Creas alerta estudantes sobre perigos da exploração sexual

Neste mês de combate à exploração sexual infantojuvenil, os Centros de Referência Especializados em Assistência Social (Creas) da Secretaria Municipal da Assistência (Semas) estão intensificando as atividades para orientar crianças e adolescentes em escolas municipais, estaduais e equipamentos sociais. Nesta sexta-feira (20), técnicas do Creas Orla Lagunar visitaram a Escola Municipal Radialista Edécio Lopes,  no […]

Creas alerta estudantes sobre perigos da exploração sexual

Neste mês de combate à exploração sexual infantojuvenil, os Centros de Referência Especializados em Assistência Social (Creas) da Secretaria Municipal da Assistência (Semas) estão intensificando as atividades para orientar crianças e adolescentes em escolas municipais, estaduais e equipamentos sociais.

Nesta sexta-feira (20), técnicas do Creas Orla Lagunar visitaram a Escola Municipal Radialista Edécio Lopes,  no bairro Pinheiro, e falaram para crianças do 5º ano sobre o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual, comemorado em 18 de Maio. O encontro abordou o porque é importante o dia ser lembrado, o que é o Creas e como ele pode ajudar aquelas pessoas que tiveram direitos violados.

ara facilitar a compreensão das crianças, foi feita uma apresentação de teatro de fantoches e exibido um vídeo. Os bonecos Leleco e Lilica, manipulados pelas técnicas do Creas, Eliane Pinheiro e Nayara Souza, ensinaram para as crianças a diferença entre abuso e exploração sexual e a importância de contar aos pais e aos professores, caso sejam vítimas de qualquer tipo de violação.

A educadora social do Creas Orla Lagunar, Maria de Lourdes Martins, falou também sobre outras formas de denunciar casos de abusos. “Vocês podem denunciar também ligando para o Disque 100 ou indo até um  Conselho Tutelar. Os Creas também oferecem orientação para quem sofre qualquer tipo de abuso. O importante é não se calar e denunciar”, destacou.

No fim das apresentações e explicações, as crianças puderam fazer perguntas. Larissa Adriele, de 10 anos, foi uma das que tirou suas dúvidas. “Gostei muito do que aprendi e quando chegar em casa vou ensinar para minhas irmãs que são menores que eu”, disse a menina.

Outras ações

No Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Selma Bandeira, no Benedito Bentes, aconteceu também uma tarde de reflexão sobre o tema, com roda de conversa, distribuição de panfletos e  lanche coletivo. Os usuários e seus familiares foram recepcionados pela  banda de fanfarra da unidade. A ação contou com a parceria do Creas Benedito Bentes e do Conselho Tutelar da Região IX.

Técnicas do Creas Poço também falaram sobre a importância do Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual para crianças e adolescentes, do serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Cras Terezinha Normande, localizado Conjunto José da Silva Peixoto, no  Jacintinho.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Cinemas