Crianças são alertadas sobre perigos do abuso e exploração sexual

Crianças da Escola Estadual Lions Clube Pajuçara, localizada no bairro do Reginaldo, puderam aprender, nesta terça-feira (19), sobres os perigos do abuso e da exploração sexual de crianças e adolescentes. Profissionais do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) Poço realizaram uma palestra e apresentaram um vídeo abordando o tema. Durante toda esta semana, […]

Crianças são alertadas sobre perigos do abuso e exploração sexual

Crianças da Escola Estadual Lions Clube Pajuçara, localizada no bairro do Reginaldo, puderam aprender, nesta terça-feira (19), sobres os perigos do abuso e da exploração sexual de crianças e adolescentes. Profissionais do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) Poço realizaram uma palestra e apresentaram um vídeo abordando o tema.

Durante toda esta semana, os técnicos da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) estão realizando atividades alusivas ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes – comemorado nessa segunda-feira (18). As assistentes sociais, as educadoras e a psicóloga do Creas, falaram para as crianças sobre esse dia, porque é importante ser lembrado, o que é o Centro e como ele pode ajudar aquelas pessoas que tiveram seus direitos violados. Adesivos da campanha também foram distribuídos para os meninos e meninas que participaram da palestra.

Ainda na oportunidade, as técnicas expuseram a diferença entre abuso e exploração sexual para as crianças e destacaram a importância de contar aos pais e aos professores, caso sejam vítimas de qualquer tipo de abuso. De acordo com a assistente social, Maria das Neves, as palestras nas escolas são importantes para a prevenção. “Se as crianças entenderem o que é o abuso e a exploração sexual já é um grande passo para a prevenção. Dessa forma, elas não permitirão o abuso e saberão denunciar contando para os pais ou a alguém de confiança”, explicou a técnica do Creas Poço.

Segundo a diretora da escola, Lília de Almeida, divulgar esse tema é importante para que as crianças se tornem multiplicadoras do que aprenderam. “Na educação nós temos um sonho, de que uma sementinha gere muitos frutos. Esperamos que, no futuro, esses ensinamentos façam a diferença na vida de cada uma delas”, ressaltou a diretora.

Para a secretária municipal de Assistência Social, Celiany Rocha, é importante ensinar as crianças a denunciar qualquer tipo de violação de direitos, em especial o abuso e a exploração sexual. “A participação da população também é muito relevante. Qualquer pessoa pode denunciar casos de violação de direitos contra crianças e adolescentes por meio do Disque 100, cuja ligação é gratuita, ou formalizar a denúncia nos Conselhos Tutelares”, enfatizou a secretária.

Após assistirem o desenho animado, que falou sobre abuso sexual de uma forma simples e bastante didática, e com as explicações das técnicas, as crianças puderam usar a criatividade fazendo vários desenhos que diziam não ao abuso e a exploração sexual infantil.

Programação

A programação alusiva ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes segue, nesta quarta-feira (20), com panfletagem no Terminal Rodoviário João Paulo II, além de palestra na Escola Pedro Barbosa Júnior e no Cras Cacilda Sampaio.

Na quinta-feira (21), acontece apresentação artística e panfletagem no Mercado Público. Na sexta-feira (22), a apresentação artística e panfletagem acontecem na Favela Mundaú. Já na terça-feira (26), está marcada uma palestra na Escola de Ensino Fundamental Orlando Araújo e panfletagem em um sinal de trânsito no bairro do Poço.

Vanessa Napoleão/Ascom Semas

 


Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Cinemas