Cultura divulga resultado do Edital de Incentivo à Produção Audiovisual

Certame premia projetos de longa-metragem, telefilme e curta-metragem

 

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) divulgou, no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (21), o resultado do IV Edital de Incentivo à Produção Audiovisual. Ao todo foram selecionados dois projetos na categoria longa-metragem, dois na categoria telefilme, 10 projetos na categoria curta-metragem, animação ou experimental, e sete curtas-metragens documentários, totalizando um investimento de R$ 3 milhões.

Na categoria longa-metragem foram selecionados os filmes ‘Como se monta uma cena’, do Núcleo Zero Publicidade (Wener Salles Bagatti), e ‘Olhe para Mim’, da La Ursa Cinematográfica (Rafael Barbosa Silva). ‘O Impeachment – Setembro, 1957, sexta feira 13’, da Calunga Produções Audiovisuais (Vera Lúcia da Silva Oliveira), e ‘Moto Perpetuo’, da Zoio Comunicação Ltda. (Marcelo Amorim), ganharam na categoria telefilme.

Já na categoria de curtas-metragens foram selecionados os filmes ‘O Braço’, de Caíque Guimarães Balbino, ‘Laura’, da Freelarmonica, ‘O Poeta do Barro Vermelho’, do Estúdio Atroá, ‘Festa no Quintal com Viola e Guerreiro’, do Instituto Maria Waldete da Silva, ‘O Branco da Raiz’, do Stúdio SPN, ‘Nas Quebradas do Boi’, da Arteiros S/A., e ‘Trincheira’, da Selva.

‘João Urso’, da Núcleo Zero Publicidade; ‘De Quem é Esse Reggae’, de Nina Magalhães; ‘As Asas de Paloma’, da Milla Pasan Arte, Exposições e Assessoria; ‘Aula de Hoje’, da Inreais Filmes Produções; ‘Alano’, da Panan Filmes; ‘Besta Fera’, da Associação dos Artistas Massaranduba; ‘Bagaço’, de Leandro Alves da Silva; ‘Teto’, de Nivaldo Alves de Vasconcelos; ‘Percurss...ando’, da Orquestra de Tambores de Alagoas; e ‘Pedro Pedreiro – Artífice, Artista, Cientista, Cidadão’, do Grupo Eu Mundaú, também estão entre os vencedores da categoria curta-metragem.

A lista de selecionados é resultado da análise realizada pela Comissão de Análise de Projetos (CAP) da Superintendência de Apoio à Produção Cultural da Secult e Agência Nacional do Cinema (Ancine).

A comissão conferiu a documentação e avaliou tecnicamente as propostas do produto cultural, viabilidade orçamentária e financeira, currículos dos profissionais envolvidos e consistência.

As solicitações para revisão dos projetos poderão ser protocoladas até o dia 23 de novembro e o resultado final está previsto para o dia 30 de novembro.

Os recursos para a realização deste edital são oriundos do Fundo de Desenvolvimento de Ações Culturais (FDAC), do Programa de Fomento e Incentivo à Cultura Alagoana (Fica) e do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), da Agência Nacional do Cinema (Ancine).

O resultado encontra-se disponível no endereço eletrônico http://www.cultura.al.gov.br/editais-e-concursos/2016/iv-edital-de-premio-de-incentivo-a-producao-audiovisual-em-alagoas.

 

Cultura divulga resultado do Edital de Incentivo à Produção Audiovisual Certame premia projetos de longa-metragem, telefilme e curta-metragem

 

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) divulgou, no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (21), o resultado do IV Edital de Incentivo à Produção Audiovisual. Ao todo foram selecionados dois projetos na categoria longa-metragem, dois na categoria telefilme, 10 projetos na categoria curta-metragem, animação ou experimental, e sete curtas-metragens documentários, totalizando um investimento de R$ 3 milhões.

Na categoria longa-metragem foram selecionados os filmes ‘Como se monta uma cena’, do Núcleo Zero Publicidade (Wener Salles Bagatti), e ‘Olhe para Mim’, da La Ursa Cinematográfica (Rafael Barbosa Silva). ‘O Impeachment – Setembro, 1957, sexta feira 13’, da Calunga Produções Audiovisuais (Vera Lúcia da Silva Oliveira), e ‘Moto Perpetuo’, da Zoio Comunicação Ltda. (Marcelo Amorim), ganharam na categoria telefilme.

Já na categoria de curtas-metragens foram selecionados os filmes ‘O Braço’, de Caíque Guimarães Balbino, ‘Laura’, da Freelarmonica, ‘O Poeta do Barro Vermelho’, do Estúdio Atroá, ‘Festa no Quintal com Viola e Guerreiro’, do Instituto Maria Waldete da Silva, ‘O Branco da Raiz’, do Stúdio SPN, ‘Nas Quebradas do Boi’, da Arteiros S/A., e ‘Trincheira’, da Selva.

‘João Urso’, da Núcleo Zero Publicidade; ‘De Quem é Esse Reggae’, de Nina Magalhães; ‘As Asas de Paloma’, da Milla Pasan Arte, Exposições e Assessoria; ‘Aula de Hoje’, da Inreais Filmes Produções; ‘Alano’, da Panan Filmes; ‘Besta Fera’, da Associação dos Artistas Massaranduba; ‘Bagaço’, de Leandro Alves da Silva; ‘Teto’, de Nivaldo Alves de Vasconcelos; ‘Percurss…ando’, da Orquestra de Tambores de Alagoas; e ‘Pedro Pedreiro – Artífice, Artista, Cientista, Cidadão’, do Grupo Eu Mundaú, também estão entre os vencedores da categoria curta-metragem.

A lista de selecionados é resultado da análise realizada pela Comissão de Análise de Projetos (CAP) da Superintendência de Apoio à Produção Cultural da Secult e Agência Nacional do Cinema (Ancine).

A comissão conferiu a documentação e avaliou tecnicamente as propostas do produto cultural, viabilidade orçamentária e financeira, currículos dos profissionais envolvidos e consistência.

As solicitações para revisão dos projetos poderão ser protocoladas até o dia 23 de novembro e o resultado final está previsto para o dia 30 de novembro.

Os recursos para a realização deste edital são oriundos do Fundo de Desenvolvimento de Ações Culturais (FDAC), do Programa de Fomento e Incentivo à Cultura Alagoana (Fica) e do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), da Agência Nacional do Cinema (Ancine).

O resultado encontra-se disponível no endereço eletrônico http://www.cultura.al.gov.br/editais-e-concursos/2016/iv-edital-de-premio-de-incentivo-a-producao-audiovisual-em-alagoas.

 

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

HVT Card