Dermatologistas apostam em “plástica sem cortes” para rejuvenescimento facial

Especialista na área de rejuvenescimento facial, Ana Malta acaba de fazer parte de um seleto time de profissionais convidados pelo laboratório Galderma para um treinamento avançado

Amais Imprensa / Aline Angeli

Dermatologistas apostam em “plástica sem cortes” para rejuvenescimento facial

Com a proposta de eliminar rugas e flacidez sem que o paciente precise submeter-se a cortes ou longos períodos de recuperação, o conceito de “plástica com agulhas” é uma das mais promissoras tendências da Dermatologia na área de rejuvenescimento facial. “O surpreendente avanço da combinação de técnicas e das substâncias nos últimos anos tornam possível hoje obter um efeito muito semelhante ao de procedimentos cirúrgicos para a correção em vários pontos da face, das linhas de expressão a sulcos mais profundos, como o famoso “bigode chinês” e o contorno facial como um todo”, afirma a dermatologista Ana Malta.

Especialista na área de rejuvenescimento facial, Ana Malta acaba de fazer parte de um seleto time de profissionais convidados pelo laboratório Galderma para um treinamento avançado comandado pela cirurgiã plástica Alessandra Haddad, de São Paulo, referência internacional no assunto.

“O mais interessante nessa nova abordagem do rejuvenescimento é a proposta de prevenção, atuando de forma não invasiva em pacientes cada vez mais jovens para que haja um estímulo do processo de formação de colágeno”, explica Ana Malta. “Hoje, o uso combinado e preciso de modernas substâncias preenchedoras com a toxina botulínica não é utilizado apenas para a correção das alterações existentes, mas também para impedir que essas alterações se estabeleçam”, diz.

Ana Malta explica que, com o passar dos anos, há uma diminuição natural da gordura e dos tecidos que fazem contato com a parte óssea da face. Como essa perda de volume reduz também a compressão sobre a estrutura óssea, a mesma, por falta de estímulo, entra também em um processo de atrofia, resultando na flacidez. “Repor o volume e a tração desses tecidos são procedimentos importantes para estimular, não só a aparência externa, como a própria formação óssea, retardando muito o envelhecimento”, completa a dermatologista.

A definição da combinação ideal de procedimentos e substâncias depende da avaliação de cada paciente e requer conhecimentos avançados de um especialista em dermatologia ou cirurgia plástica. Realizadas em consultório, sem a necessidade de internação, a grande maioria das técnicas utilizadas requer tempo mínimo de recuperação do paciente, possibilitando a retomada quase imediata das atividades.

Publicidade

HVT Card
HVT Card

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

HVT Card