Detox pós-festas: “limpeza” do organismo ajuda a perder calorias indesejadas

O planejamento pode ser de 7, 15 ou 30 dias e contribui com a eliminação de toxinas do corpo

Assessora de Comunicação / Beatriz Nunes

Detox pós-festas: “limpeza” do organismo ajuda a perder calorias indesejadas

É quase irresistível se deparar com a fartura de comes e bebes em época de Natal e final de ano. Seja nas festas em família ou entre amigos, as opções gastronômicas são das mais variadas e quase sempre passam longe de qualquer dieta ou alimentação saudável. Cair na tentação acaba sendo a regra e, portanto, “consertar” o deslize se torna uma das grandes preocupações pós-festas. Correr atrás do prejuízo, geralmente, acaba sendo uma das primeiras metas do ano para muita gente e o conhecido detox é uma das alternativas mais seguidas.

“Essa limpeza do organismo objetiva reduzir substâncias tóxicas, tanto as produzidas quanto as adquiridas. Mas vale ressaltar que essa desintoxicação não se limita, apenas, à exclusão ou inclusão de alimentos, porque é preciso um acompanhamento por exemplo, quanto aos nutrientes ingeridos. Comer de tudo e fazer detox pode até ativar gatilhos promotores de doenças”, alerta a nutricionista do setor de Medicina Preventiva do Hapvida, Joyce Alencastro.

Dependendo da faixa etária e do objetivo a ser alcançado, o período de desintoxicação pode ser de 7, 15 ou 30 dias. E, ao contrário do que muitos pensam, o detox não se limita apenas aos sucos. O planejamento inclui refeições alternadas e todas elas livres de alimentos industrializados. “Algumas frutas, legumes e proteínas animais como frango, peixe e ovos são permitidos. Já açúcar, mel e adoçantes, além de temperos artificiais, leite e derivados também não devem compor o planejamento”, completa Joyce.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade