Especialista alerta sobre a escolha da mochila ideal para o filho

Cadernos, livros, canetas, haja espaço para tanto material! Neste início de ano a maioria das crianças está em busca da mochila perfeita para usar durante o ano letivo e, se depender delas, os modelos escolhidos serão sempre aqueles da moda, cheio de estampas e adereços. Mas os pais devem ficar de olho! Especialistas alertam que […]

Especialista alerta sobre a escolha da mochila ideal para o filho

Cadernos, livros, canetas, haja espaço para tanto material! Neste início de ano a maioria das crianças está em busca da mochila perfeita para usar durante o ano letivo e, se depender delas, os modelos escolhidos serão sempre aqueles da moda, cheio de estampas e adereços. Mas os pais devem ficar de olho! Especialistas alertam que o uso incorreto das mochilas escolares pode causar dores de coluna, desvio de postura ou problemas ainda mais graves, como a hérnia de disco. Por isso, além da beleza, alguns fatores de segurança devem ser levados em consideração na hora da compra.

 

Luciano Lira, ortopedista do Hapvida Saúde, afirma que o primeiro passo para fazer a escolha da mochila ideal é verificar o seu peso quando ainda vazia. “É importante que o peso do acessório não ultrapasse meio quilo”, ressalta. Outra dica é garantir que o peso total do material carregado pela criança não exceda 5% do seu próprio peso. Ou seja, uma criança de 40 kg deve carregar uma bolsa com, no máximo, 2kg.

O médico afirma que, além da preocupação com as especificações do produto, os pais devem ficar atentos à forma como os filhos carregam as mochilas. Para ele, grande parte dos problemas posturais adquiridos por crianças e adolescentes se desenvolvem à partir do mau uso do acessório escolar. “Assim como todo produto, bolsas e mochilas também possuem manual de uso. No caso da mochila, as alças devem estar bem ajustadas aos ombros permitindo que sua base não se apoie no centro da coluna lombar”, explica. 

Paula Nogueira é mãe de Ana Maria, de 4 anos. Para ela, o desafio é escolher o modelo de mochila adequado para a filha, considerando que ela ainda é bem pequena e que além do material regular, Ana sempre quer levar algum brinquedo para a escola. “São tantas opções que fica até difícil saber qual o melhor. Na dúvida, eu opto pela bolsa com rodinhas mesmo, pois assim ela tem a liberdade de levar o que quiser e não precisa andar com todo esse peso apoiado nas costas”, confessa a mãe coruja. 

O especialista do Hapvida explica, ainda, que a mochila com rodinhas é uma alternativa, mas que também existem regras de uso. “A altura da alça do carrinho é o segredo para fazer a escolha certa. É importante que ela esteja adequada à estatura da criança, permitindo que ela mantenha as costas retas ao puxa-la”, revela. Luciano Lira ainda aconselha que os pais conheçam bem as dependências do colégio dos filhos. “Um fator a ser considerado é a distância que essa criança irá percorrer puxando ou carregando essa mochila. A escola possui rampas? Elevadores? Quantos degraus essa criança precisará subir? Os pequenos cuidados de hoje, podem evitar grandes problemas amanhã”, conclui.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

HVT Card