Governo suspende eventos, viagens de servidores e adota teletrabalho para idosos

Em entrevista à imprensa, governador Renan Filho adiantou série de medidas para conter avanço do coronavírus em Alagoas

Agência Alagoas / Luciana Buarque

Governo suspende eventos, viagens de servidores e adota teletrabalho para idosos Medidas foram antecipadas pelo governador e serão oficializadas em decreto estadual. Foto: Márcio Ferreira

O governador Renan Filho anunciou, nesta segunda-feira (16), uma série de medidas para conter a propagação do coronavírus em Alagoas, como a instituição de teletrabalho para os servidores públicos estaduais com mais de 60 anos de idade. Serão suspensos todos os eventos com público acima de 500 pessoas, além das agendas de inauguração de obras e assinaturas de ordens de serviço do Governo do Estado. O governador recomendou que a iniciativa privada e as prefeituras alagoanas sigam as mesmas diretrizes. As medidas foram definidas durante reunião do Gabinete de Crise da Situação de Emergência (GCSE), no início desta manhã, e serão oficializadas por meio de decreto.

Para evitar a aglomeração de pessoas, os jogos de futebol acontecerão sem público ou serão suspensos por um período. Todos os cruzeiros marítimos que passariam por Alagoas foram restringidos. “Vamos suspender todos os eventos com mais de 500 pessoas, inclusive shows, eventos religiosos e dos setores produtivos, tudo isso para que o pico da pandemia em Alagoas não seja elevado ao ponto de criar dificuldades extremas para o nosso povo e para o sistema de saúde pública”, antecipou Renan Filho à imprensa. “A gente precisa fazer isso. Outros estados já fizeram e nós estamos tomando essas medidas”.

O Estado irá, ainda, determinar quarentena para todos os servidores públicos que estiveram no exterior recentemente. “Vamos recomendar que a iniciativa privada faça o mesmo, se puder, e os municípios também”, disse o governador, destacando que o teletrabalho para pessoas acima de 60 anos protege o grupo com maior risco de morte pelo Covid-19 e deveria ser instituído pelas empresas privadas.

A partir de agora, os servidores estaduais serão impedidos de viajar ao exterior e para viajar em território nacional vão precisar de autorização expressa do Gabinete Civil. “E será uma viagem checada, com nível de prioridade máximo, porque nosso intuito é fechar as barreiras. Vamos impedir o contato com estados que têm surto evoluído”, explicou o governador.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) irá solicitar ao Ministério da Saúde a realização de testes para o vírus em Alagoas, a fim de obter resultados mais rapidamente.

Desoneração de álcool em gel e máscaras – Renan Filho anunciou que o Estado editará um decreto para desonerar álcool em gel e máscaras cirúrgicas de impostos, para que sejam vendidos por preços mais baixos à população. O Procon Alagoas fiscalizará a execução dos valores dos produtos nas lojas.

Suspensão de aulas – Está sob análise a possibilidade de suspensão de aulas nas redes estadual e privada de ensino. “Como Alagoas ainda não tem o contágio local, ainda estamos avaliando. Mas agora me reúno novamente com o Gabinete de Crise e oficializaremos essas medidas ao longo do dia”, afirmou Renan Filho.

Preparação em Alagoas – “Um dos problemas do coronavírus é o impacto que ele traz à economia e a capacidade dos Estados de responderem aos problemas. Aqui em Alagoas estamos com as finanças em ordem e com capacidade de dar repostas imediatas”, disse Renan Filho, referindo-se ao repasse de R$ 20 milhões adicionais à Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e à abertura de 105 novos leitos de UTI a fim de preparar Alagoas para o caso de agravamento do surto. “Isso [os R$ 20 milhões] é igual ao que Estados bem maiores anunciaram”.

O governador destacou que o momento requer um esforço coletivo para conter a propagação do coronavírus, principalmente com o engajamento da população. “É óbvio que vamos precisar do apoio de todo mundo, das prefeituras, do governo federal e, especialmente, do cidadão, que precisa modificar a sua rotina de vida para que a gente não tenha a propagação ampla desse surto”, finalizou.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Cinemas