Imprensa Oficial Graciliano Ramos lança quatro livros inéditos de escritores alagoanos

Títulos foram selecionados pelo Edital Anual de Literatura, espaço democrático para o surgimento de novos talentos no Estado

Imprensa Oficial Graciliano Ramos lança quatro livros inéditos de escritores alagoanos

A Imprensa Oficial Graciliano Ramos está colocando no mercado mais quatro títulos inéditos de autores alagoanos, selecionados pelo seu edital anual de Literatura. Os novos livros são: Minha Fúria e Outros Demônios, que reúne crônicas de Guilherme de Miranda Ramos; Contos Periféricos, de Ari Denisson; Composição para Além-Vértebras, com poesias de Magno Almeida; e Malu e a Bagaceira, com poesias de Mateus Magalhães.

Com esses lançamentos, a Imprensa Oficial Graciliano Ramos encerra o ciclo de publicação dos livros selecionados em 2016 e já se prepara para lançar o edital deste ano, programado para outubro. Neste último ciclo foram publicados 19 livros inéditos de autores alagoanos, ou radicados em Alagoas, de diversos gêneros literários.

“O edital de Literatura é um dos mais esperados pelos escritores do Estado porque é um processo seletivo democrático que permite realizar o sonho de publicar o primeiro livro, embora alguns autores não sejam mais principiantes. Esta é uma das iniciativas que mais nos aproxima do público jovem porque atrai, sobretudo, o interesse de jovens escritores que se comunicam com um público também formado por jovens”, afirma Marcos Kummer, diretor-presidente da Imprensa Oficial Graciliano Ramos.

 

Segundo Kummer, esse projeto visa também fomentar e consolidar a produção literária em Alagoas. “Uma parte de nossos esforços editoriais é direcionada ao resgate de títulos importantes que estão fora de catálogo, como o Indicador Geral do Estado de Alagoas, organizado por João Craveiro Costa. Também nos empenhamos em relançar obras de autores alagoanos consagrados, como ocorreu com Ninho de Cobras, de Lêdo Ivo. O edital de Literatura, por sua vez, permite o surgimento de novas caras no cenário, arejando nosso universo literário”, argumenta.

“É muito importante essa oportunidade oferecida pela Imprensa Oficial Graciliano Ramos. É uma iniciativa de incentiva e inspira os escritores alagoanos, nos permitindo escrever sobre a nossa terra, para a nossa gente. Desejo longa vida a esses editais”, afirma Ari Denisson, autor de Contos Periféricos. O escritor, que também é professor do Instituto Federal de Alagoas (IFAL), é músico, líder da banda Ari e os Aerolitos. Em 2011, ele estreou com o livro de poemas baroque.doc, publicado pela Edufal.

 

Dentre os escritores selecionados pelo edital, Guilherme Miranda Ramos, autor do livro Minha Fúria e Outros Demônios, garante que o edital anual de Literatura faz os escritores alagoanos sentirem que vale a pena insistir na literatura. “Não é fácil ser escritor em Alagoas, mas depois de ver meu primeiro livro publicado pela série Coco de Roda, decidi que era uma questão de honra escrever uma obra para o público adulto. Apesar do título fazer menção à fúria, meu livro é muito lírico e aborda sentimentos e emoções que fazem parte de nossas vidas”, diz. Ramos é arquiteto e urbanista e se define como artista intermídia e escritor de prosa e verso.

Os livros selecionados pelo edital já estão disponíveis para venda no site e na livraria da Imprensa Oficial Graciliano Ramos, ao custo de R$ 20 cada. Em breve, também estarão nas melhores livrarias de Maceió.

Publicidade

HVT Card

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

HVT Card