Índio é tema do segundo dia do I Seminário sobre Alagoanidade

Índio é tema do segundo dia do I Seminário sobre Alagoanidade

Agência Alagoas

Índio é tema do segundo dia do I Seminário sobre Alagoanidade

A presença do índio em Alagoas foi o tema no segundo dia do I Seminário sobre Alagoanidade, promovido pelo Governo do Estado, que teve início na terça-feira (31), no Centro Cultural e de Exposições, em Jaraguá. O assunto foi coordenado pelos líderes indígenas Graciliana Celestino e Marcos Terena.

Durante as palestras, foi destacada a importância dos povos indígenas que habitavam o Brasil muitos anos antes dos europeus, a trajetória em território alagoano, assim como a necessidade de integração desses povos aos sistema social, econômico e  político.

Graciliana Celestino, proveniente da tribo Xucuru Cariri, localizada no município de Palmeira dos Índios, abordou o fortalecimento das políticas públicas estabelecidas pelo governador Renan Filho em 2015, como também a questão da inclusão social e a acessibilidade.

“Vemos uma nova postura nesse governo desde o primeiro dia e que tem mostrado entender as nossas especificidades e modos de vida para considerar uma tomada de decisão coerente”, disse a líder indígena.

Para Marcos Terena, um dos responsáveis por contribuir com a criação do Dia da Consciência Negra, a integração deve acontecer em aspectos diferenciados.

“Deve-se respeitar as tradições dos índios, em qual se mantenha suas especificidades culturais em meio às exigências do desenvolvimento. As duas coisas podem caminhar juntas”, afirmou.

O evento faz parte das comemorações do Bicentenário de Alagoas e é direcionado a estudantes, professores e pesquisadores.

Publicidade

HVT Card
HVT Card

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

HVT Card