Mestre Juvenal Leonardo morre aos 81 anos e deixa legado cultural

Considerado Patrimônio Vivo do Estado desde 2005, o mestre de Guerreiro alagoano faleceu no último sábado (23)

Mestre Juvenal Leonardo morre aos 81 anos e deixa legado cultural

Alagoas perde mais um mestre da cultura popular, que deixa um grande legado para as manifestações tradicionais. Faleceu, no último sábado (23), aos 81 anos, o Mestre de Guerreiro Juvenal Leonardo, considerado Patrimônio Vivo do Estado de Alagoas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, desde 2005.

O enterro aconteceu no último domingo (14), no Cemitério Divina Pastora, em Maceió. A Secretaria de Estado da Cultura  foi informada na manhã desta terça-feira (26) por familiares.

Juvenal Leonardo Jordão nasceu no município de Anadia em 23 de novembro de 1933. Aos 22 anos formou o próprio Guerreiro, já atuando como mestre. Veio para Maceió, conheceu o sargento Wilson e José Tenório e, juntos, formaram o Guerreiro Vencedor Alagoano.

Também participou do projeto Mestre Vai à Escola – da Secretaria de Estado da Educação – como agente cultural durante três anos, onde criou o Guerreiro das Artes, no Núcleo de Expressões Artísticas do Cepa.

Mestre Juvenal deixa uma história de luta pela cultura popular alagoana.

Publicidade

HVT Card

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade