Orquestra Filarmônica de Alagoas se apresenta no Teatro Deodoro é o Maior Barato desta quarta (2/8) com ingressos esgotados

Repertório vai do erudito ao popular

Assessoria de Comunicação Diteal / Hannah Copertino

Orquestra Filarmônica de Alagoas se apresenta no Teatro Deodoro é o Maior Barato desta quarta (2/8) com ingressos esgotados Orquestra Filarmônica - Foto Lula Castelo Branco

O Teatro Deodoro é o Maior Barato desta semana vai ser de casa cheia! Os ingressos esgotaram para a apresentação dos 45 músicos da Orquestra Filarmônica de Alagoas, Ofal, no concerto Orquestra é o Maior Barato, nesta quarta-feira (2/8), às 19h30, no Centro de Maceió. Por conta da grande procura, a produção ds <criacao.secomal@gmail.com>

a orquestra já pensa em uma segunda apresentação no Teatro Deodoro ainda no mês de agosto.

Sob regência do maestro Luiz Martins, a orquestra traz nos primeiros violinos Thiago Herculano (spalla), Junior Oliveira, Davi Coimbra, Isabele Rocha, Edson Gomes, John Santos e Ítalo Tavares; nos segundos violinos, Jamerson Melo,Brunno Cavalcante, Raphaella Constant, Karina Brandão, Claudineide Pereira e Evily Kayse; na viola Olívio Fernandes, Sóstenes Paes, Walison Anizio e Magno dos Santos; no violoncelo Tavares Neto, Bruno Lima, José Rocha Batista, Felipe Brandão e Lenivaldo Carvalho; no contrabaixo Jairo Rocha, Thiago de Melo Amaral e Felix Baigon; na harpaIsabele Carvalho; nas madeiras Chaleidesa Queiroz – Flauta Transversal, – Fábio Valeriano – Flauta Transversal, André Tokura – Oboé, Ricardo Resende – Oboé, Santiago Vitorino – Clarinete, Claudio Gouveia – Clarinete, Geaze dos Santos – Fagote e Ythallo Pereira – Fagote; nos metais Elias Pereira –Trompa, Eliseu Santos – Trompa, José Fábio – Trompa, Enife Costa – Trompete, Moisés Barbosa – Trompete, Alexandre Karoba – Trombone e Anderson Tiago – Trombone; e na percussão Augusto Moralez, Maglione Santos e Elias Antonio.

A orquestra foi criada por iniciativa dos próprios músicos e, por isso, recebe o nome de filarmônica. O grupo se apresenta pela primeira vez no Teatro Deodoro com um formato 100% sinfônico e um repertório que vai do erudito ao popular. O primeiro ato vem com clássicos da música erudita mundial e, o segundo, apresenta releituras da orquestração sinfônica de clássicos do rock, compositores populares de Alagoas e de outros estados. O concerto conta com as participações especiais de Irina Costa, Wilbert Fialho, Alessandro Arú, João Paulo e Tiago Godói.

“Pelo nome do espetáculo ser Orquestra é o Maior Barato, a gente quis desmistificar um pouco essa coisa de orquestra tocar só música clássica. O primeiro ato vai ter Bethoven, Strauss, Fauré… Na segunda parte, a gente abre com uma canção do Wilbert Fialho, um alagoano já conhecido, a orquestra vai fazer uma homenagem à música alagoana através do Fialho, que é um compositor vivo, e, no final, teremos clássicos do rock, vamos tocar Queen, The Beattles e Led Zepplin”, explicou o Thiago Calheiros, músico dirigente da orquestra.

Esta será a segunda apresentação do grupo. “A gente até então só vinha se reunindo, não tinha feito nenhum ensaio, estava no processo de formação da cooperativa, que é de músicos, não estão interessados em burocracia, querem tocar. Então, eles me elegeram como futuro presidente, tinha que criar um objetivo, foi quando saiu o edital do Teatro Deodoro é o Maior Barato e eu inscrevi a orquestra. Fomos selecionados e, através desse concerto do projeto, surgiu tudo, o convite pra tocar em Arapiraca no fim de semana passado, conseguimos lançar a orquestra no estado e estamos tendo aceitação muito boa do público, dos artistas, das instituições públicas e empresas. Estamos muito felizes”, revelou Thiago.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade