Prefeitura anuncia substituição de linhas de ônibus suspensas

Diário Oficial desta terça trouxe decreto suspendendo 5 linhas; Prefeitura afirma que objetivo é melhorar serviços

Prefeitura anuncia substituição de linhas de ônibus suspensas

O Diário Oficial do Município desta terça-feira (27) publicou decreto da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Maceió (SMTT) que determina a suspensão da execução dos serviços de transporte público coletivo de cinco linhas de ônibus na cidade.

De acordo com a publicação, as linhas 604 (UFAL/Ipioca), 051 (Santos Dumont/Centro Via Poço), ambas operadas pela viação Cidade de Maceió e 103 (Mirante/Trapiche), 806 (B. Bentes/Colina) e 042 (B. Bentes/Centro via Salvador Lyra), operadas pela viação Piedade passarão a ser operadas por outras empresas a partir desta quarta-feira, 28.

A assessora especial de Transportes Urbanos da SMTT, Fernanda Cortez, explica que o objetivo da decisão é melhorar a operacionalização do serviço de transporte público que atua em bairros com deficiência no número de viagens. No lugar das linhas suspensas, passam a operar ônibus das empresas Real Alagoas, São Francisco e Veleiro.

“A decisão é uma parceria do órgão com as empresas de ônibus. Com esta medida, estaremos redirecionando mais 22 coletivos que deixaram de funcionar nas linhas suspensas para reforçar outras linhas detectadas com problemas na operacionalização devido à grande demanda”, explica a assessora.

Ainda, segundo Fernanda, a medida terá validade de 90 dias em caráter provisório. “Durante este período estaremos acompanhando a operacionalização deste serviço para detectar se algo precisa ser ajustado, afirmou.

No próximo dia 07, conforme publicação do decreto 7.634 no D.O.M. desta terça, a linha 042 (Benedito Bentes/Centro via Salvador Lyra) também passa a ser operada por outra empresa. Por ser uma linha com maior extensão de frota, com 14 carros, a SMTT está finalizando o estudo técnico para fazer uma melhor adequação de como vai ser a operacionalização do sistema para a linha.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade