Prefeitura da Barra de Santo Antônio anuncia data para pagamento de salários atrasados da educação

A Prefeitura da Barra de Santo Antônio divulgou data para pagamento das folhas salariais atrasadas dos meses de junho e julho, que devem ser pagas ainda este mês. As contas do município que estavam bloqueadas foram liberadas hoje para o vice-prefeito Carlos Alexandre, no exercício do cargo devido aos sucessivos afastamentos do prefeito Rogério Farias.  […]

Prefeitura da Barra de Santo Antônio anuncia data para pagamento de salários atrasados da educação

A Prefeitura da Barra de Santo Antônio divulgou data para pagamento das folhas salariais atrasadas dos meses de junho e julho, que devem ser pagas ainda este mês. As contas do município que estavam bloqueadas foram liberadas hoje para o vice-prefeito Carlos Alexandre, no exercício do cargo devido aos sucessivos afastamentos do prefeito Rogério Farias. 

De acordo com o prefeito em exercício, os pagamentos vão voltar a ser realizados até o último dia útil do mês em vigor. Ele afirmou que vai pagar já nesta quarta-feira (20) os salários da educação dos meses de junho e julho. “Nós estamos reorganizando as contas do município, mas devo pagar até amanhã o mês de junho e até a próxima semana quitaremos também o mês de julho”, explicou. 

Nesta quarta-feira (20) o prefeito deverá se reunir com servidores da educação e sindicalistas do Sinteal para apresentar o cronograma de pagamento do parcelamento dos salários atrasados referentes aos meses de janeiro, fevereiro e março da categoria. 

Pagamentos sem prestação de serviço. 

No dia oito de julho, dia em que o prefeito Rogério Farias voltou a ser afastado do cargo sob suspeita de desvio de recursos dos cofres públicos, a prefeitura pagou R$ R$ 481.369,06 a empresas que não chegaram a prestar nenhum tipo de serviço ao município nos 20 dias em que Rogério permanceu no cargo devido a decisões monocráticas do desembargador Washington Luiz Damasceno Freitas, que foi afastado do cargo de desembargado por suspeita de conceder decisão judicial para beneficiar a candidatura do irmão a uma vaga na Assembléia Legislativa do Estado de Alagoas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). 

“A empresa VAF Promoções e Eventos, de Colônia Leopoldina, recebeu R$ 231 mil; a empresa 3M Santos Ferreira, recebeu R$ 51.288,00; o Auto Posto Santa Fernanda recebeu R$ 169.108,06. Outros R$ 30 mil foram repassados a empresa Licitar Gestão, que contratava empresas para prestar serviços ao município. O que chama atenção é que nenhum serviço  foi prestado por essas empresas a Barra de Santo Antônio nesses 20 dias que justificasse os repasses”, explicou o prefeito em exercício, Carlos Alexandre. 

Em outra conta, na Caixa Econômica Federal, saques retiraram R$ 539.081,26 que não tiveram aplicação justificada. Somadas as contas nos dois bancos movimentaram nos últimos 20 dias R$ 1.020.477,26. Carlos Alexandre se disse surpreso com o que encontrou nas contas dos cofres públicos após o afastamento de Rogério Farias. 

“Nós havíamos deixado mais de R$ 2 milhões nos cofres, dinheiro que seria utilizado para o pagamento das folhas atrasadas dos meses de janeiro, fevereiro e março, mas ao invés de priorizar o pagamento desses atrasados e manter os pagamentos em dia o prefeito Rogério fez esses repasses”, afimou ele, que completou espantado o saldo disponível em uma das contas da Caixa Econômica Federal, onde há apenas R$ 0,01 (um centavo). “Para se ter idéia, na conta de tributos, havia em 21 de junho R$ 251 mil de saldo. Houveram vários crédito realizados após essa data e foram feitas retiradas que totalizam R$ 539.081,26, deixando um saldo de R$ 0,01, nessa única conta”, concluiu surpreso.

Publicidade

HVT Card

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade