Produção da Jordânia, “O Lobo do Deserto” entra em cartaz no Arte Pajuçara

Finalista no Oscar e no BAFTA 2016, o longa-metragem “O Lobo do Deserto” estreia nesta quinta-feira (03) no Arte Pajuçara.     No enredo, o jovem Theeb (Jacir Eid Al-Hwietat) inicia uma perigosa jornada junto a tribo beduína que vaga pelo deserto da Província de Hejaz, localizado no Império Otomano. O menino passa seus dias brincando […]

Produção da Jordânia, “O Lobo do Deserto” entra em cartaz no Arte Pajuçara

Finalista no Oscar e no BAFTA 2016, o longa-metragem “O Lobo do Deserto” estreia nesta quinta-feira (03) no Arte Pajuçara.  

 

No enredo, o jovem Theeb (Jacir Eid Al-Hwietat) inicia uma perigosa jornada junto a tribo beduína que vaga pelo deserto da Província de Hejaz, localizado no Império Otomano. O menino passa seus dias brincando com o irmão mais velho Hussein (Hussein Salameh Al-Sweilhiyeen). A vida dos viajantes muda com a chegada de Max (Jack Fox) e Marji (Hassan Mutlag Al-Maraiyeh), um oficial do exército britânico e seu guia. Eles pedem o auxílio do grupo para localizarem um poço romano que encontra-se em um perigoso território de caça.

 

“O Lobo do Deserto” (Theeb – ???), longa-metragem do diretor jordaniano Naji Abu Nowar, é uma coprodução entre Jordânia, Emirados Árabes Unidos, Qatar e Reino Unido. 

 

Dois outros indicados ao Oscar de filme estrangeiro seguem e cartaz no Arte Pajuçara.

 

O drama colombiano “O Abraço da Serpente”, do diretor Ciro Guerra, foi eleito melhor filme pela CICAE (Confédération Internationale des Cinémas d’Art et d’Essai) na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes.

 

No filme, Karamakate (Nilbio Torres/Antonio Bolivar), um xamã amazônico e último sobrevivente de sua tribo, vive na selva em isolamento voluntário. Sua vida muda com a chegada de um pesquisador americano que procura uma planta sagrada. Juntos, eles embarcam numa jornada ao coração da Amazônia, na qual passado, presente e futuro estão ligados, e na qual Karamakate vai recuperar lembranças esquecidas. Baseado nos relatos dos exploradores Theodor Koch-Grunberg e Richard Evans Schultes.

 

Saindo da Colômbia para à Turquia, o drama “Cinco Graças”, discute a cultura da opressão contra a mulher numa época em que o tema tem provocado debates e mobilizações no mundo todo.

 

O enredo se passa em uma aldeia no norte da Turquia, onde Lale e suas quatro irmãs voltam da escola para casa a pé brincando inocentemente com alguns garotos. No entanto, a imoralidade dessa brincadeira desencadeia um escândalo com consequências inesperadas. Progressivamente, a casa da família de Lale se transforma em uma prisão. As lições da escola são abruptamente substituídas por tarefas domésticas e casamentos começam a ser arranjados.

 

PROGRAMAÇÃO COMPLETA:


O LOBO DO DESERTO

 

Horário: 20h20 (exceto segunda)

 

Classificação: 14 anos


CINCO GRAÇAS

 

Horário: 18h40 (exceto segunda)

 

Classificação: 14 anos


O ABRAÇO DA SERPENTE

 

Horários:  16h30 (exceto segunda)

 

Classificação: 14 anos


SESSÃO ÚLTIMA CHANCE:


LABIRINTO DE MENTIRAS

 

Horário: 14h20 (Somente Sábado e domingo – 05 e 06/03)

 

Classificação: 14 anos

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade