Programa de capacitação feminina do Ifal abre inscrições para primeira turma de mulheres trans

O Mulheres Mil, programa de capacitação profissional feminina executado, em âmbito estadual, pelo Instituto Federal de Alagoas – Ifal, está recebendo inscrições de travestis e mulheres transexuais interessadas em participar gratuitamente do curso de pintora de obras imobiliárias. São 35 vagas disponíveis. As pré-matrículas devem ser feitas no Campus Avançado Benedito Bentes, nos dias 27, 28 […]

Programa de capacitação feminina do Ifal abre inscrições para primeira turma de mulheres trans

O Mulheres Mil, programa de capacitação profissional feminina executado, em âmbito estadual, pelo Instituto Federal de Alagoas – Ifal, está recebendo inscrições de travestis e mulheres transexuais interessadas em participar gratuitamente do curso de pintora de obras imobiliárias. São 35 vagas disponíveis. As pré-matrículas devem ser feitas no Campus Avançado Benedito Bentes, nos dias 27, 28 ou 31 de outubro, de 13h às 17h.

Para se candidatar, é necessário estar inscrita no Cadastro Único voltado a programas sociais do governo federal, além de apresentar documento de identidade, CPF e comprovante de residência.

A capacitação tem carga horária de 200 horas, com início previsto para novembro. As aulas ocorrerão três vezes por semana, no período da tarde, no próprio campus, e as alunas terão direito a ajuda de custo por dia frequentado.

“É uma experiência pioneira em todo o país. Estamos chamando de turma da diversidade. O Mulheres Mil do Ifal está de portas abertas para receber mulheres trans, lésbicas, bissexuais e travestis, porque é nossa missão trabalhar pela inclusão social e afirmação de direitos. Inclusive já adaptamos alguns componentes curriculares do curso para atender essa comunidade LGBT”, explica a gestora institucional do programa, Luiza Jaborandy.

A iniciativa tem a parceria da ONG Pró-Vida, entidade que atua na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e na promoção da cidadania e dos direitos humanos para a população LGBT. Mais informações pelo telefone 3194-1107 ou pelo facebook Mulheres Mil Ifal.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade