Saiba mais sobre o tipo de álcool gel a ser usado na limpeza da mãos

No rótulo desses produtos deve vir identificado como antisséptico, bactericida, higienizador de mãos, gel higienizante ou desinfetante de mãos e as concentrações podem estar descritas como 70%, 70º ou 70º INPM”, orientou.

Assessoria de Imprensa / Luciana Martins

Saiba mais sobre o tipo de álcool gel a ser usado na limpeza da mãos

Entre as recomendações fornecidas pelo Ministério da Saúde para prevenção do Covid-19 (coronavírus) está a limpeza das mãos com água e sabão e/ou álcool gel. Flávia Dabbur, conselheira do Conselho Regional de Farmácia de Alagoas, alerta que a população precisa ficar atenta quanto à concentração do álcool gel a ser utilizado que deve ser 70% (peso/peso) ou 77º GL (volume/volume).

“Não adianta as pessoas comparem qualquer álcool gel disponível no mercado, porque ele não vai ter efetividade. No rótulo desses produtos deve vir identificado como antisséptico, bactericida, higienizador de mãos, gel higienizante ou desinfetante de mãos e as concentrações podem estar descritas como 70%, 70º ou 70º INPM”, orientou.

A farmacêutica explica que a concentração 70% de álcool etílico é ideal e é considerada uma concentração ótima para efeito fungicida, bactericida e virucida (inativa o vírus), pois os 30 % de água na formulação facilita a entrada do álcool na célula que, por sua vez irá inativa-la com eficiência.

E por que álcool gel ao invés de líquido? “Porque na forma gel a evaporação do álcool é diminuída”, revelou Flávia. Outra observação feita por ela é que seja feita a lavagem correta das mãos com água e sabão e depois passar o álcool gel. Além disso, a farmacêutica pontua que ingerir alimentos funcionais para aumentar a imunidade como frutas, verduras, legumes, oleaginosas pode prevenir a contaminação.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Cinemas