Secult inaugura biblioteca em Unidades de Internação Masculina e Feminina

Espaço recebe o nome da mestra artesã Vânia Oliveira

Secult inaugura biblioteca em Unidades de Internação Masculina e Feminina

Os adolescentes que cumprem medidas socioeducativa nas Unidades de Internação Masculina e Feminina participam, semanalmente, de atividades culturais, por meio do projeto Cultura Socioeducativa, promovido pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult). Dentre das ações do programa, a Secult, em parceria com a Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev), inaugurou uma biblioteca na Unidade Kerigma. 

O espaço de leitura recebeu o nome da mestra do patrimônio vivo de Alagoas, Vânia Oliveira, que ministra oficinas de artesanato no local. Os jovens montaram e organizaram o acervo, que conta com mais de 600 livros doados pela Secult com o apoio do Sebrae, com a orientação da coordenadora do Sistema Estadual de Biblioteca, Mira Dantas. “Estou muito emocionada pela homenagem. Sei o potencial que esses meninos possuem e torço para que tenham um bom futuro”, falou a artesã. 

A inauguração aconteceu durante as comemorações dos festejos juninos na unidade. Os adolescentes dançaram xaxado e xote, e também recitaram poesias e paródias. O grupo Raízes Nordestinas apresentou o tradicional coco de roda.  

 

“Acredito na leitura e no folclore como formas de inserção social. Doamos livros e realizamos oficina de organização, para implantar esta biblioteca. Esse resultado tão bonito nos ajuda a seguir em frente com o projeto”, destacou a secretária Mellina Freitas.   

Para a superintendente de Medidas Socioeducativas da Seprev, Denise Paranhos, o apoio da Secult é fundamental para a formação pedagógica dos socioeducandos. “Buscamos sempre estreitar e fortalecer as mais variadas parcerias com o objetivo de criar novas oportunidades de futuro para esses adolescentes”, disse.

 Foto: Teresa Machado

O jovem E.S.L., 17 anos, ressaltou a importância da leitura para a formação cidadã. “Eu estou aqui hoje para mudar de vida, por mim, pela minha família. Todas as atividades que fazemos aqui são importantes para a nossa transformação”. 

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade