Seminário debate políticas públicas voltadas para a diversidade e igualdade racial

Evento contou com palestra da consulesa francesa Alexandra Loras, que ministrou a palestra de encerramento

Seminário debate políticas públicas voltadas para a diversidade e igualdade racial

As políticas públicas voltadas para a diversidade e igualdade racional foram os temas principais do XIX  Seminário Afro Alagoano Ígbà Émí Wà: “O Cotidiano do Racismo Contemporâneo  e a Construção das Relações Humanas”. O evento, realizado pelo Instituto Raízes de Áfricas e co-realização do Governo do Estado, contou com a participação da consulesa francesa Alexandra Loras, que ministrou a palestra de encerramento.

A consulesa discutiu questões sobre raça, gênero, sexualidade e poder. Para ela, a construção de uma comunidade sofre influências do meio e da mídia. “É preciso explorar mais as riqueza das raças e da multiculturalidade. É importante resgatar a autoestima do afrodescendente e motivar os talentos. Não podemos esquecer o passado de lutas, mas somos responsáveis pela construção de uma sociedade mais equilibrada e de ampliar as perspectivas da sociedade brasileira”, frisou.

A secretária da Cultura Mellina Freitas destacou a importância de estabelecer ações integradas entre o Estado e os movimentos negros alagoanos. “O diálogo amplia as possibilidades e oportunidade para construção de uma sociedade mais igualitária. A cultura negra é muito forte em nosso Estado. São marcos da nossa identidade cultural o boi, maracatu e as manifestações religiosas. Somos da terra de Zumbi, herói nacional, somos berço da Serra da Barriga, local sagrado que simboliza a luta pela liberdade”, ressaltou a titular da pasta.

Para Mellina Freitas, a presença da consulesa representa uma missão cultural, buscar uma construção de diálogo amplo, discutir cidadania. “Os movimentos negros contam com o apoio da Secult para as discussões sobre decisões de políticas públicas que estabeleçam equilíbrio e igualdade nos direitos fundamentais”, afirmou a secretária.

A consulesa Alexandra Loras também foi recepcionada no Museu Palácio Floriano Peixoto pelo secretário do Gabinete Civil Fábio Farias, a secretária da Mulher e dos Direitos Humanos Rosinha, do secretário de Comunicação Ênio Lins, da secretária-adjunta da Juventude Morgana Tavares, da presidente do conselho Estadual de Promoção da Igualdade Social Valdice Gomes e a presidente do Instituto Raízes da África Arísia Barros.

O seminário conta com o apoio da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), Prefeitura de Maceió e Ministério Público Estadual.

Publicidade

HVT Card

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade