Trabalhos do Prêmio Zélia Maia Nobre são julgados por profissionais de destaque nacional

Incentivar o concurso público de projetos, valorizando novos profissionais. Este é um dos objetivos do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Alagoas (CAU/AL) e que pode ser observado posto em prática há dois anos na instituição através de uma ação que tem dado certo com o “Prêmio Zélia Maia Nobre de Excelência em Trabalho de […]

Trabalhos do Prêmio Zélia Maia Nobre são julgados por profissionais de destaque nacional

Incentivar o concurso público de projetos, valorizando novos profissionais. Este é um dos objetivos do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Alagoas (CAU/AL) e que pode ser observado posto em prática há dois anos na instituição através de uma ação que tem dado certo com o “Prêmio Zélia Maia Nobre de Excelência em Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação em Arquitetura e Urbanismo”.

O prêmio, que estimula e valoriza novos profissionais que estão ingressando no mercado, está em sua segunda edição e já entrou no calendário fixo de atividades dos CAU/AL. Ele acontece durante as comemorações do Dia do Arquiteto e este ano será realizado no dia 13 de dezembro, durante a festa de inauguração oficial da nova sede, no empresarial Norcon, no bairro de Mangabeiras.

Organizado pela Comissão de Ensino e Formação, o Prêmio Zélia Maia Nobre dobrou o número de inscritos para este ano e teve participação de estudantes do Curso de Graduação em Arquitetura e Urbanismo no Estado de Alagoas de instituições públicas e privadas, com trabalhos de conclusão apresentados e aprovados no período de 02 de outubro de 2015 a 01 de outubro de 2016, cujo escopo seja projeto arquitetônico, urbanístico ou paisagístico.

A comissão julgadora, que esteve reunida fazendo o julgamento dos trabalhos foi formada por arquitetos de destaque nacional, com grandes feitos para a arquitetura e o urbanismo, inclusive com livros e artigos publicados nacionalmente e internacionalmente. Entre eles, Leonardo Salazar Bittencourt, Mário Aloisio Barreto Neto e Eduardo Henrique Omena Bastos.

Para Tânia Gusmão, presidente do CAU/AL, este contato com concurso logo após a conclusão de curso deve servir de estímulo para os novos profissionais. “Alagoas tem conseguido destaque em grandes concursos de projetos arquitetônicos no Brasil e no mundo. Esta oportunidade que estamos proporcionando aos novos profissionais de participar de um prêmio como este pode ser, para alguns destes novos arquitetos e urbanistas, o pontapé inicial para que alcançar voos muito mais altos do que eles possam imaginar”, destacou.

Banca de examinadores

Leonardo Bittencourt possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Pernambuco (1977) e doutorado em Environment and Energy Studies – Architectural Association Graduate School (1993). É professor da Universidade Federal de Alagoas, atuando nos cursos de mestrado e doutorado em Arquitetura e Urbanismo. Tem experiência em consultoria, projetos e pesquisas na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em Sustentabilidade Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: conforto ambiental, sustentabilidade do espaço construído, arquitetura bioclimática, eficiência energética em edificações e projeto de arquitetura. Publicou livros, capítulos de livros e mais de uma centena de artigos em eventos nacionais e internacionais.

Já Mário Aloisio é formado pela Universidade Federal de Pernambuco (1973), Superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), membro da União Européia de Técnicos Científicos e Titular da empresa Traço Planejamento e Arquitetura. Já projetou mais de 900 mil m² em obras como o Aeroporto Internacional de Maceió, terminais rodoviários, hotéis, hospitais, indústrias, edifícios públicos, escolas e edifícios residenciais.

O terceiro membro da banca examinadora é Eduardo Henrique Omena Bastos. Ele possui Especialização em Design, é graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Alagoas (1986). Atuou como professor no Curso Superior de Arquitetura do Centro de Estudos Superiores de Maceió, atualmente é professor do Instituto Federal de Alagoas (IFAL). Tem experiência na área de Arquitetura e Construção, com ênfase em projetos arquitetônicos residenciais, comerciais, arquitetura de interiores e serviços de saúde e educação. Atua também na elaboração de Perspectiva (Exteriores e Interiores), Expressão e Valorização Gráfica de projetos arquitetônicos.

Publicidade

HVT Card

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade