Tribunal de Contas terá composição completa após quase 30 anos da Constituição Federal

Procurador-geral fala sobre a importância de um membro do MPC/AL na Corte de Contas

Ascom MPC/AL / Sarah Mendes

Tribunal de Contas terá composição completa após quase 30 anos da Constituição Federal

Agora o Pleno do Tribunal de Contas de Alagoas estará em conformidade com a Constituição Federal de 1988, com a indicação do procurador de contas Rodrigo Siqueira Cavalcante, pelo governador Renan Filho, para assumir a vaga de conselheiro. Rodrigo Siqueira será o representante do Ministério Público de Contas no Pleno da Corte de Contas, após quase 30 anos da Carta Magna.

Para o procurador-geral do MPC/AL, Enio Andrade Pimenta, a sociedade alagoana só tem a ganhar com um representante oriundo da carreira de técnica do Ministério Público de Contas atuando no TCE/AL, uma vez que a Corte delibera sobre matéria de grande relevância e que tem repercussão direta na prestação dos serviços públicos essenciais como saúde, educação e saneamento.

“A tendência é que as decisões do Tribunal de Contas tenham mais consistência e mais efetividade com a chegada do Dr. Rodrigo que é um profissional extremamente competente, com grande bagagem jurídica e conhece bem a realidade de Alagoas, pois atuou por dez anos na Procuradoria Geral do Estado (PGE). Tenho certeza absoluta que ele irá desempenhar um excelente papel”, declarou o procurador-geral do MPC/AL.

 Todos os procuradores e servidores do Ministério Público de Contas torcem para que o processo de aprovação do futuro conselheiro transcorra o mais rápido possível na Assembleia Legislativa para que seja concretizada sua nomeação e posse. “Estamos muito ansiosos para que o Dr. Rodrigo passe a fazer parte da composição plenária do Tribunal de Contas”, enfatizou Enio Pimenta.

 O procurador-geral convocou uma reunião extraordinária do Colegiado de Procuradores para a aprovação de uma nota de congratulações ao procurador escolhido Rodrigo Siqueira e ao governador Renan Filho.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade