Uso excessivo da internet pode causar problemas à saúde

A tecnologia está definitivamente presente na vida cotidiana. Seja para consultar informações, conversar com amigos e familiares ou apenas entreter, a internet e os celulares não saem das mãos e mentes das pessoas. No dia 17 de maiofoi comemorado o Dia Mundial da Internet, a data é propicia para alertar que, embora úteis, o uso excessivo dessas ferramentas […]

Uso excessivo da internet pode causar problemas à saúde

A tecnologia está definitivamente presente na vida cotidiana. Seja para consultar informações, conversar com amigos e familiares ou apenas entreter, a internet e os celulares não saem das mãos e mentes das pessoas. No dia 17 de maiofoi comemorado o Dia Mundial da Internet, a data é propicia para alertar que, embora úteis, o uso excessivo dessas ferramentas pode causar dependência e trazer graves problemas para a saúde.

Para o psicólogo do Hapvida Saúde, Paulo Castro, o vício oriundo da internet, além de causar problemas físicos, afeta diretamente as relações interpessoais. “Se relacionar é poder estar em contato com os mais diversos sentimentos. Relações estabelecidas unicamente pelo meio virtual poder apresentar fragilidade quanto a construção afetiva e social, tornando-a superficialmente, pois esses tipos de contato são pobres de toque e contato visual”, disse.

Segundo o especialista, um dos sinais de alerta quando a tecnologia está passando da medida é a interrupção do sono. “Muitas vezes a pessoa vive o mundo virtual de uma maneira tão intensa que não consegue se desligar nem para dormir. Isso atrapalha o sono, deixando o corpo cada vez mais fadigado, sem energia, prejudicando até mesmo o raciocínio”, alerta a especialista.

Além da insônia, outros sintomas são comuns, como a ansiedade, alteração do apetite, stress e irritabilidade. Esses sinais são muitas vezes negligenciados pelos usuários por não perceber a tênue linha entre o lazer e o vício. O médico alerta que as crianças são as mais afetadas, pois estão expostas ao risco de maneira indiscriminada e essa exposição excessiva pode acarretar atrasos emocionais e sociais para o desenvolvimento da criança. 

O médico orienta que o controle do vício deve partir da identificação da necessidade de readaptação social a aceitação da ajuda e mudança. ”Caso a pessoa perceba que está dependente da internet e não consegue se autocontrolar, é necessário procurar a ajuda de um psicólogo ou terapeuta, pois quanto mais cedo tratar a dependência, melhores serão os resultados”, afirmou.

 

Dicas para evitar o uso exagerado da internet:

 

•      Ao chegar em casa, desligue o tablet, computador e celular;

•      Evite levar trabalho para casa. Lembre-se sempre que, se você não descansar, não terá energia suficiente para enfrentar o dia seguinte;

•      Procure manter uma rotina: tome banho, jante e converse com seus familiares;

•      Nunca leve o celular ou o tablet para a mesa na hora das refeições;

•      Desligue o celular na hora de dormir. Se precisar usá-lo como despertador, deixe-o no modo avião que ele fica off-line;

•      Quando perceber que excessivamente dependente da internet, pare, dê um tempo, pois tudo demais faz mal. Se dê um limite de tempo para ficar conectado e preencha seu dia com ações que não permitam que você fique conectado. Vá ao cinema ou faça uma caminhada e não leve o celular.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Cinemas