Varicocele: uma doença silenciosa e perigosa no homem. Saiba como identificar e tratar

Dilatação das veias do testículo pode causar atrofia no órgão e infertilidade

Varicocele: uma doença silenciosa e perigosa no homem. Saiba como identificar e tratar

Um dos grandes perigos para a nossa saúde são as doenças silenciosas. Elas surgem sem nenhum sinal aparente e quando os sintomas aparecem, muitas vezes já é tarde para realizar um tratamento eficaz. Entre tantas, uma das que acometem grande parte dos homens é a varicocele, dilatação das veias do testículo, semelhante às varizes das pernas, que pode causar atrofia no órgão masculino e infertilidade.

Segundo o andrologista Filipe Tenório, a varicocele está presente em até 15% dos homens adultos. “Essa dilatação anormal ocorre devido a um mau funcionamento de válvulas que existem nas veias. Essas válvulas fazem com o que o sangue sempre siga em uma mesma direção pelas veias, impedindo o refluxo. Logo, quando as válvulas não funcionam de forma adequada o sangue começa a retornar pelo sentido contrário, ficando acumulado no testículo”, explica o médico. 

Esse acúmulo de sangue pode causar vários efeitos danosos, como o aumento da temperatura testicular. De acordo com o especialista, para produzir espermatozoides, o testículo precisa estar a 1°C abaixo da temperatura do corpo. “Com a estase sanguínea os testículos superaquecem, levando ao mau funcionamento de várias enzimas envolvidas na produção dos espermatozoides e da testosterona, o que por si só já pode causar infertilidade”, pontua Tenório. Além disso, a varicocele pode afetar a fertilidade por outros mecanismos, como através do acúmulo exagerado de radicais livres e de outros compostos nocivos ao testículo. Em casos graves pode haver inclusive atrofia testicular, com diminuição do tamanho do testículo.

Na maioria das vezes a varicocele não apresenta sintomas. Quando eles aparecem, os mais comuns são dores e uma sensação de peso na bolsa escrotal. O diagnóstico é feito através da palpação da bolsa escrotal, que determina a presença da patologia, bem como classifica sua gravidade. Caso haja necessidade, o médico também pode solicitar um exame de ultrassonografia. 

Ainda de acordo com o especialista, o tratamento da varicocele é indicado apenas quando o paciente apresenta complicações, como infertilidade, níveis baixos de testosterona, atrofia testicular e dor. O tratamento com melhores resultados e menos complicações é a cirurgia com o uso do microscópio cirúrgico, chamada de varicocelectomia microcirúrgica. “O índice de complicações desse procedimento é muito baixo. O paciente geralmente pode voltar ao trabalho com 5 ou 7 dias, desde que evite esforço físico. Após 3 semanas ele já pode voltar a praticar atividades físicas”, revela Tenório.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade