Veja quatro destinos nacionais para comemorar o Dia Mundial da Água

Destinos oferecem cachoeiras, praias, lagos e tudo o que o planeta água tem de mais bonito.

Veja quatro destinos nacionais para comemorar o Dia Mundial da Água

O planeta água tem um dia todinho voltado para comemorar e conscientizar sobre esse tesouro que permite a vida na terra, além de proporcionar prazeres com sua beleza exuberante. Neste 22 de março é comemorado o Dia Mundial da Água. Sandra Luck, da Luck Viagens, separou os destinos nacionais que são bastante procurados pelas paisagens e exemplos de como devemos proteger as águas para melhor desfrutar delas. 

Chapada da Diamantina – Bahia: É nesse lugarzinho encantador que está a Cachoeira da Fumaça, uma das maiores do país e da América do Sul, e que impressiona os visitantes pelo seu imenso paredão e queda d’água de quase 400 metros de altura. Também no sopé do Morrão, um dos mais imponentes morros da Chapada, o poço Águas Claras apresenta uma pequena cachoeira de águas cristalinas e poço para banho. A poucos minutos do centro da cidade, o Parque Municipal de Muritiba inclui cachoeiras, poços e até salões de areia colorida. É um ótimo circuito para toda a família. O Serrano, por exemplo, oferece “caldeirões” para banho, com direito à hidromassagem natural e, nas proximidades, é possível visitar o Poço Halley, a Cachoeirinha e a Cachoeira da Primavera. 

Foz do Iguaçu – Paraná: São as 275 quedas d’água que movimentam o turismo de Foz do Iguaçu. E, para quem não se contenta em apenas admirar, o destino oferece opções para interagir com a natureza. Dá para fazer trilha no Parque das Aves e, de quebra, admirar os 900 tipos de aves, de 150 espécies, que vivem livres no local. Para quem quer algo ainda mais cheio de adrenalina, é possível fazer paraquedismo, saltando de aviões a 3.500 metros de altura e passando até 50 segundos em queda livre e mais oito minutos planando de paraquedas pela Tríplice Fronteira e o Lago de Itaipu. Há rapel próximo às Cataratas e rafting pelas corredeiras. 

Bonito – Mato Grosso do Sul: Conhecida pelas lindas paisagens aquáticas, Bonito não poderia ter recebido outro nome. Muitos turistas vão para o local desbravar aas águas transparentes, fazendo flutuação, como os que acontecem nas águas cristalinas do Rio Sucuri, após 400 m de trilha. Há ainda o Abismo Anhumas, que, após um rapel de 75 m, os turistas chegam a uma caverna submersa, onde podem fazer mergulho com cilindro. O melhor é que só podem descer oito pessoas por grupo, ou seja, o passeio é tranquilo e bastante inspirador. Também é possível fazer mergulho no Rio Formoso e no Rio da Prata. 

A Cachoeira da Praia do Sancho – Pernambuco: A cachoeira secreta de Fernando de Noronha, localizada na Praia do Sancho, se forma durante o período que vai de março a agosto devido às fortes chuvas que acontecem nesses meses, criando um tesouro natural. Para o pousadeiro Gustavo Longmann, do grupo EcoCharme, o fenômeno é a chance de mostrar aos turistas um outro lado de Noronha que ainda é pouco conhecido. “As ilhas estão ainda mais verdes, com a vegetação revigorada pela chuva e as cachoeiras mostram uma faceta diferente, que é muito rara e bonita”, pontua o empresário. Para chegar à cachoeira, entretanto, o ideal é ir em grupo, pois o acesso é difícil e só é possível chegar pelo mar ou descendo as escadarias que ficam em uma fenda no meio das rochas. Quem não quiser se arriscar, vale fazer o passeio de barco até a Praia do Sancho.

Publicidade

HVT Card

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

HVT Card