Visto por todo o Brasil, em mais de sete cidades, ‘Chacrinha, o musical’ faz nova turnê e visita Maceió, Fortaleza, Aracajú, João Pessoa, Vi

Stepan Nercessian emociona a plateia pelo carisma e semelhança com o Velho Guerreiro. Com texto de Pedro Bial e Rodrigo Nogueira, a produção da Aventura Entretenimento marca a primeira direção teatral de Andrucha Waddington.

Visto por todo o Brasil, em mais de sete cidades, ‘Chacrinha, o musical’ faz nova turnê e visita Maceió, Fortaleza, Aracajú, João Pessoa, Vi

Maior comunicador do rádio e da TV brasileira, Abelardo Barbosa costumava dizer que “Na televisão nada se cria, tudo se copia”. Paradoxalmente, não teve ninguém até hoje que conseguiu copiar a espontaneidade do Velho Guerreiro. Comandante de extravagantes concursos de calouros, responsável por revelar grandes nomes da música nacional e inventor de bordões infames, o apresentador agora é homenageado em 'Chacrinha, o musical', que chega em agosto a Maceió, Fortaleza e Aracajú, em setembro João Pessoa, Vitória e Recife e em outubro em Goiânia. 

A montagem é assinada pela Aventura Entretenimento e já passou por sete cidades. As apresentações contaram com a participação especial de artistas que batiam ponto nos programas do Chacrinha, como Xuxa, Fábio Jr, Paulo Ricardo, Biafra e Wanderléa. Com texto de Pedro Bial e Rodrigo Nogueira, o espetáculo marca a primeira direção teatral de Andrucha Waddington e o fim da trilogia Uma Aventura Brasileira, iniciada por 'Elis, A Musical' e 'Se eu fosse você, o musical'. Com apresentação da Bradesco Seguros, “Chacrinha, o musical” tem apoio da Alelo, da Localiza e da Riachuelo, apoio cultural da Odontoprev e da Autotrac e a Avianca como transportadora oficial. 

O espetáculo acompanha a trajetória do apresentador desde sua infância em Surubim, Pernambuco, até o auge da carreira na TV Globo, comandando o programa de auditório “Cassino do Chacrinha”, com espaço para as rebolativas chacretes, os trocadilhos infames, buzinadas e troféu abacaxi. Dois atores dão vida ao protagonista: Stepan Nercessian interpreta o Chacrinha consagrado no rádio e na TV, enquanto Thiago Marinho incorpora o jovem Abelardo Barbosa. Aos 61 anos, Nercessian retornou aos palcos depois de mais de 10 anos sem trabalhar no teatro. “Eu sempre disse que só voltaria se fosse para participar de um projeto muito especial. É uma atividade que requer muita dedicação, esforço e disciplina. Falei desde o início que não sou um imitador. O Chacrinha aconteceu naturalmente”, explica Stepan. Completam o elenco 16 atores-cantores-bailarinos, que vão dar vida a familiares do Velho Guerreiro e personalidades que fizeram parte da vida do apresentador como Boni (Saulo Rodrigues) e Elke Maravilha (Laura Carolinah).  

O diretor Andrucha Waddington faz sua estreia na atividade teatral depois de quase três décadas de carreira dedicada à produção cinematográfica. “O importante para mim neste trabalho é fazer um musical fora da caixa, algo novo. Só assim para honrarmos o espírito do Chacrinha. Dirijo como se fosse um filme, que é a atividade com a qual estou acostumado. Mas ambos os trabalhos partem do mesmo ponto fundamental, que é a dramaturgia”, explica o diretor. 

'Chacrinha, o musical' é a terceira produção da trilogia Uma Aventura Brasileira, comandada pelos sócios da Aventura Entretenimento Aniela Jordan, Fernando Campos e Luiz Calainho, que reúne espetáculos 100% nacionais. Depois de 'Elis, A Musical' (com direção de Dennis Carvalho) e 'Se eu Fosse Você, o musical' (com supervisão artística de Daniel Filho), o jornalista Pedro Bial e o cineasta Andrucha Waddington foram convidados para levarem novas ideias ao gênero musical. “A Aventura Entretenimento quer diversificar suas produções, e um caminho para isso é convidar para os projetos profissionais bem-sucedidos em outras áreas, que possam pôr em prática propostas inovadoras e fazer com que a gente não siga uma fórmula. Outras trilogias virão”, conta Aniela Jordan. 

A trilogia Uma Aventura Brasileira contribuiu para o crescimento dos musicais nacionais genuínos, depois do sucesso alcançado por adaptações de clássicos da Broadway no país. “Estamos fazendo história no teatro musical. No Brasil, há uma capacidade criativa gigante. O que falta no país é uma boa gestão. E a Aventura, assim como outras grandes empresas, tem procurado implementar a gestão de alto nível. Se Chacrinha fosse vivo, ele continuaria a estar à frente do tempo dele. Então, temos o privilégio, o prazer e a honra de colocar esse espetáculo de pé em um momento em que os musicais brasileiros estão tão fortalecidos”, celebra Luiz Calainho, empresário, sócio da Aventura Entretenimento. 

 

A trama 

O jornalista Pedro Bial foi responsável pelo primeiro tratamento do texto, a partir de extensa pesquisa de Carla Siqueira. A trama é dividida em dois atos, com espaço para episódios biográficos e momentos líricos e fantasiosos. A infância difícil com a falência do pai, o ingresso no rádio e revolução que ele promoveu na televisão brasileira são temas presentes, assim como momentos em que são revelados sua bipolaridade, autoritarismo e obsessão pelos números de audiência. “Responder a pergunta: 'por que Chacrinha?' é difícil. Temos que perguntar: 'Como Chacrinha?' . 'Como o Abelardo inventou o Chacrinha?' ,'Como esse sujeito inaugurou no Brasil e no mundo a comunicação de massas?', 'Como esse cara inventou o primeiro palhaço da televisão?', 'De onde ele tirou isso?'. A gente se pergunta e vai atrás das respostas durante o espetáculo”, descreve Bial. O dramaturgo Rodrigo Nogueira frisa o lado teatral que sempre marcou a carreira do apresentador. “Acho que o Chacrinha é uma das pessoas mais teatrais que eu já conheci. Ele conseguiu levar a profanação para a televisão, um ambiente que até então era careta e regido por fórmulas. O que a gente quer fazer é pegar toda essa liberdade e excentricidade e jogá-las de volta ao teatro. O público vai ter a oportunidade de viver a experiência que tinha quando assistia aos seus programas”, detalha Rodrigo.  

A trilha sonora é composta por mais de 60 canções (com medleys) consagradas na história da música nacional. Muitos desses sucessos fizeram parte do repertório do Cassino do Chacrinha e dos artistas que o comunicador ajudou a consagrar, como ‘O meu sangue ferve por você’ (Sidnei Magal), ‘O amor e o poder’ (eternizada por Rosana), ‘Tente outra vez’ (Raul Seixas), ‘Televisão’ (Titãs) e ‘Fogo e Paixão’ (Wando). “Vamos reunir músicas desde o fim dos anos 30 até meados dos 80, apresentadas nos últimos programas. Entre os musicais em que trabalhei, este é o que reúne canções com comunicação mais imediata da plateia. São obras bem populares, mas que os espectadores terão oportunidade de escutar de uma outra forma. Muitas são consideradas bregas, mas são belíssimas”, conta a diretora musical Delia Fischer. Os atores serão acompanhados por uma banda de cinco músicos. 

 Também fazem parte da equipe criativa o diretor de movimento Alonso Barros (Diretor e coreógrafo de 'Se eu fosse você, o musical'), Gringo Cardia (Direção de arte e cenografia), Carlos Esteves (Desenho de som), Claudia Kopke (Figurinista – venceu o Prêmio Shell de Teatro do Rio de Janeiro na categoria figurino com o espetáculo), Paulo César Medeiros (Desenho de luz) e Marcela Altberg (Produção de elenco).  

 

Aventura Entretenimento 

Produtora de grandes sucessos musicais no Brasil, a Aventura Entretenimento (www.aventuraentretenimento.com.br) foi criada em 2008. Desde então, vem investindo no crescimento e na modernização do mercado de musicais. Com o passar dos anos, os espetáculos criados no país ampliam sua estrutura, ganham espaço no mercado e poder de atração entre espectadores e investidores. A empresa dos sócios Aniela Jordan, Fernando Campos e Luiz Calainho já produziu grandes sucessos como Elis, A Musical,  Um Violinista no Telhado, Hair, Judy Garland, A Noviça Rebelde, Gypsy, Sete – O Musical, O Mágico de Oz, Rock in Rio – O Musical, entre outros, levando mais de 2 milhões de pessoas ao teatro. 

Lançada em 2013, a trilogia Uma Aventura Brasileira, composta por Elis, A Musical (visto por mais de 250 mil espectadores), Se Eu Fosse Você, o musical e Chacrinha, o musical, levou mais de 400 mil espectadores aos teatros. A proposta é produzir espetáculos com grandes nomes, temas e mitos da nossa cultura, adaptando conteúdos ao formato de musicais.  O projeto recorre aos três principais pilares da cultura e do entretenimento no Brasil: a música, a televisão e o cinema.

Inspirada no grande sucesso de Uma Aventura Brasileira, a Aventura Entretenimento lançou, em 2015, Uma Nova Aventura Brasileira. A nova série conta com quatro espetáculos que prometem, mais uma vez, revolucionar o conceito de musicais com os espetáculos: “SamBRA”, “O primeiro musical a gente nunca esquece”, “Garota de Ipanema, o musical” e “Vamp”. 

 

Parceria com o Instituto Ayrton Senna

A Aventura Entretenimento inicia, este ano, parceria com o Instituto Ayrton Senna através do Ingresso do Bem. Parte da verba dos ingressos será revertida para as soluções educacionais do instituto. Com mais de 20 anos de existência, o instituto é uma organização sem fins lucrativos que trabalha para ampliar as oportunidades de crianças e jovens por meio da educação pública de qualidade. Anualmente, beneficia 1,8 milhão de estudantes e forma 65 mil educadores em cerca de 700 municípios de 19 Estados, em todas as regiões do Brasil. 

 

Circuito Cultural Bradesco Seguros

Manter uma política de incentivo à cultura é compromisso permanente do Circuito Cultural Bradesco Seguros. Nos últimos anos, o Grupo Bradesco Seguros orgulha-se de ter patrocinado e apoiado projetos nas áreas de música, dança, artes plásticas, teatro, literatura e exposições, além de outras manifestações artísticas no cenário nacional. Dentre as atrações realizadas recentemente, destacam-se os musicais “O Rei Leão”, “Elis – A Musical”, “Se eu Fosse você – O Musical”, “Chacrinha, O Musical”, “Bibi – Histórias e Canções”, “O Mágico de Oz”, “A Família Addams”, “Tudo por um PopStar”, “Cats” e “Mama Mia”; além da “Série Dell'Arte Concertos Internacionais”; o Ballet Kirov; o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM) e a “VII Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro”. 

Uma das mais importantes iniciativas do Grupo Segurador é a Árvore de Natal da Bradesco Seguros — a maior árvore de Natal flutuante do mundo, segundo o Guinness Book of Records —, que em 2015 chegará à 20ª edição. Um dos três maiores eventos do Rio de Janeiro, após o Carnaval e o Réveillon, a Árvore — com seus 85 metros de altura, o equivalente a um edifício de 28 andares, e 542 toneladas — é montada anualmente desde 1996 sobre o espelho d'água da Lagoa Rodrigo de Freitas e já tornou-se referência internacional, encantando a todos com a magia do Natal.

 

Sobre o Grupo Bradesco Seguros

O Grupo Bradesco Seguros, segurador oficial e patrocinador dos Jogos Rio 2016, tem atuação multilinha em âmbito nacional. De janeiro a junho de 2015, seu faturamento atingiu R$ 30,2 bilhões nos segmentos de seguros, capitalização e previdência complementar aberta. Tal valor representou evolução de 19,4% em relação ao totalizado no mesmo período de 2014.

 

Ficha técnica

Texto – Pedro Bial e Rodrigo Nogueira

Direção – Andrucha Waddington

Direção de movimento – Alonso Barros

Direção Musical e Arranjos – Delia Fischer

Direção de arte e cenografia: Gringo Cardia

Figurino – Claudia Kopke

Visagismo – Martin Macias

Design de som – Carlos Esteves

Casting – Marcela Altberg

Elenco – Stepan Nercessian, Pedro Henrique Lopes, Laura Carolinah, Saulo Rodrigues, Neusa Romano, Livia Dabarian, Diego Campagnolli, Diego Montez, Lucas Drummond, Paulo de Melo, Amanda Doring, Ana Elisa Schumacher, Saulo Segreto, Fabiana Tolentino, Tadeu Freitas, Thiago Marinho, Natacha Travassos, Thadeu Torres, Ivni Freitas, Paola Poliny, Jonathas Joba e Pedro Cassiano.

Realização – Aventura Entretenimento

 

Serviço: Chacrinha, o musical

 MACEIÓ:

Espetáculo: Chacrinha, o musical

Local: Teatro Gustavo Leite – Centro de Convenções de Maceió – Rua Celso Piatti, S/N –  Jaraguá

Dias/horários: 13/08 às 21h

                      14/08  às 20h

Classificação etária: 12 anos

Ingressos:

Plateia – R$ 100,00 (inteira) e R$ 50,00 (meia)

Mezanino – R$ 50,00 (inteira) e R$ 25,00 (meia)

Pontos de venda:

Casa das Tintas
• Farol  – Av. Fernandes Lima, 2229
• Ponta Verde – Av. Dep. José Lages, 897 (ponto sem taxa de serviço)

Loja Alethia
• Maceió Shopping – térreo
• Parque Shopping – 1º andar

Vendas on line: www.eventim.com.br

Formas de pagamento: cash / débito / crédito

Infos: (82) 3235-5301 / 99928-8675

Insta: @suechamuscaoficial

Site: www.suechamusca.com.br
Face: fb.com/suechamusca

Whats: (82) 99925-7299

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade