Wilma Araújo contempla o samba em Feliz de Quem se Dá Por Inteiro

Terceiro disco da cantora foi gravado nos últimos três anos e conta com direção e produção musical de Jorge Simas

Wilma Araújo contempla o samba em Feliz de Quem se Dá Por Inteiro

Feliz de Quem se Dá por Inteiro, terceiro disco de Wilma Araújo, como um bom samba é também uma forma de oração. Manso, cheio de esperança e alegre até quando é triste, ele marca a melhor fase musical da cantora. Gravado durante três anos, entre Maceió e Recife, o disco tem um título apropriado, roubado da faixa 4, presente de Junior Almeida. Wilma, que há anos tem se dado por inteiro à música, contempla agora toda a maturidade de seu samba. O show dela acontece nesta quarta-feira, 21, às 19h e às 21h, no Teatro Deodoro.

Com direção e produção musical do instrumentista e compositor Jorge Simas, coprodução da própria Wilma e Marcus Vinícius, o CD reúne 14 faixas. Doze delas levam arranjos de Simas, tendo os dois frevos que compõem o disco, “De Chapéu de Sol Aberto” e “Ponta de Lápis”, arranjos de Almir Medeiros.

Em um universo familiar, Feliz de Quem se Dá por Inteiro reuniu dentro dos estúdios nomes como Cezzinha, Carlos Bala, Félix Baigon, Fernanda Guimarães, Joatan Nascimento, Marco Cezar, Adilson Bandeira, entre outros. Fora de estúdios, compareceram Alvinho e Domenico Lancellotti, no encontro de duas gerações do samba, autores da faixa “Boa Hora”; e até Dorival Caymmi em “O Dengo que a Nega Tem/ Requebre que eu Dou um Doce”.

 

O produtor Jorge Simas está presente ainda em quatro canções, “Ó do Bobó”“Samba do Amor”“Pra Clarear” e nos versos finais de “Samba Quer Semba”, de autoria do alagoano Mácleim. No único choro do disco, o sax de Everaldo Borges embala “Casa do Coração”. Característica única do samba, as outras canções carregam em si o solar do ritmo, como em “Chamou, Chamou”, “Se Precisar”, “Aprontamento” e até no abre-alas do disco, “Alguém Que Chora”.

Cada detalhe do álbum mostra o trabalho criterioso de seu planejamento e execução. O projeto gráfico de Feliz de Quem se Dá Por Inteiro, assinado pela designer Flávia Correia, tem um formato de livreto e ganha ainda mais vida nos registros da fotógrafa Mônica Guimarães. No encarte, uma curiosidade, a caligrafia dos títulos das canções é de Fernanda Guimarães.   

Feliz de Quem se Dá por Inteiro é intuitivo e permeia nos significados dos versos de Junior, ainda que esse não seja um dos sambas do disco: “… seja o amanhã tão bem vindo quanto o teu calor, movimento preciso da vida…”. Essa é a cereja do bolo dos 19 anos de carreira de Wilma Araújo, obra que a cantora dedica ao seu pai, Antonio Ernesto Bezerra, e a todo o seu público, com muito carinho.

Serviços:

Informações: 9 9664-0622

Vendas de ingressos: Folia Brasil no G Barbosa Stella Maris

Quando: 21 (Quarta-Feira)

Que horas: 19h e às 21h.

Onde: Teatro Deodoro

Publicidade

HVT Card
HVT Card

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

HVT Card