ALE aprova Projeto de Lei que autoriza consumo de álcool nos estádios

Comércio e consumo são proibidos nos eventos de futebol há anos. Apenas três deputados foram contra; projeto passará por segunda votação.

ALE aprova Projeto de Lei que autoriza consumo de álcool nos estádios

Deputados da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE-AL) aprovaram em primeira discussão, na tarde desta quinta-feira (26), o Projeto de Lei que autoriza a venda e o consumo de álcool em eventos desportivos. Para entrar em vigor, o projeto ainda precisa passar por uma segunda votação e ser sancionado pelo governador Renan Filho (PMDB).

Com a aprovação, a comercialização, a disponibilidade e o consumo de bebidas alcoólicas nos estádios estão permitidos da abertura dos portões até? o final da partida. Apenas os deputados Ricardo Nezinho (PMDB), Jó Pereira (DEM) e Thaise Guedes (PSC) votaram contra.

Segundo o deputado Bruno Toledo (PSDB), autor do projeto, a proibição da venda e do consumo de bebidas alcóolicas é contrário aos costumes do alagoano.

“Quem frequenta os estádios sabe que as pessoas estão consumindo fora deles, nos bares e no entorno causando transtorno e tumulto. Além disso, já entram alcoolizadas. O povo não vê no futebol só esporte, mas também lazer. Tirar a bebida vai contra os consumes do torcedor alagoano”, defendeu Toledo.

Deputado e também presidente do CRB, Marquinhos Barbosa (PPS), defendeu o projeto de lei e disse que, diferente do posicionamento de alguns deputados, o álcool não estimula a violência durante uma partida de futebol.

“O torcedor não vai tomar mais que duas cervejas. Ele compra uma garrafa, deixa no banco, ela esquenta e depois joga fora. Ninguém consegue tomar duas garrafas num jogo. Quem votar, vai votar consciente que não terá violência”, opinou o deputado na discussão que antecedeu a aprovação.

Contra o projeto, a deputada Jó Pereira disse que o álcool agrava a violência dentro dos estádios.

“Enquanto deputada não tenho condições de concordar com o projeto. Alcóol exarceba a violência dentro do estádio. Na Assembleia de Pernambuco está se discutindo a mesma matéria e lá se diminuiu a violência em 70% dentro dos estádios. Nos shows tem diversão, no estádio é uma disputa acirrada que com álcool se potencializa”, disse a deputada.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Cinemas