Chuvas seguem abaixo da média no próximo trimestre em Alagoas

Boletim climático está disponível no site da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos

Chuvas seguem abaixo da média no próximo trimestre em Alagoas

O cenário climático em Alagoas não prevê mudanças para os próximos três meses. É o que aponta o boletim trimestral disponibilizado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), no final deste mês e que pode ser acessado em www.semarh.al.gov.br, ao clicar no banner ‘acompanhamento da seca em Alagoas’.

A Sala de Alerta da Semarh aponta que entre os meses de fevereiro, março e abril, as chuvas estarão abaixo da normalidade em todas as regiões do Estado.

O meteorologista da Sala de Alerta, Vinícius Nunes Pinho, explica que a atual estação do ano – o verão –, é o período que apresenta tempo seco, altas temperaturas e poucos ventos. Essas condições, segundo o meteorologista, remontam para dias mais quentes e, consequentemente, uma baixa no período chuvoso.

Outra situação apresentada pela Sala de Alerta diz respeito ao fenômeno La Niña, que perdeu a intensidade e distancia as possibilidades de chuvas em Alagoas, bem como na região Nordeste.

“O fenômeno La Niña, que era uma esperança para muitos alagoanos de dias com mais chuvas, perdeu a sua intensidade e apresenta um período de neutralidade. Ou seja, a previsão do tempo para os próximos três meses em relação às chuvas é abaixo da normalidade”, pondera o meteorologista da Semarh.

O La Niña tem como característica o aumento de chuvas na região do Nordeste. No entanto, o período deste fenômeno foi bastante fraco.  De acordo com Vinícius Nunes Pinho, as condições do Oceano Atlântico estão ficando mais favoráveis para as chuvas, mas somente a partir da segunda quinzena de abril, quando inicia a quadra chuvosa.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Cinemas