Finn Wolfhard, o Mike de Stranger Things, dispensa agente acusado de abuso sexual de jovem ator

Tyler Grasham foi demitido pela APA após denúncia do ex-cliente Blaise Godbe Lipman.

Adoro Cinema

Finn Wolfhard, o Mike de Stranger Things, dispensa agente acusado de abuso sexual de jovem ator

Outubro de 2017 é um mês único na história de Hollywood. Após o escândalo sexual envolvendo o produtor Harvey Weinstein, mais pessoas têm tido coragem de revelar casos de assédio envolvendo não somente ele, como outros homens na indústria. Além do diretor e roteirista James Toback, o agente Tyler Grasham foi acusado de alcoolizar e abusar sexualmente do ex-ator Blaise Godbe Lipman, então um jovem de 17 ou 18 anos.

Diante da repercussão do caso, o ator-mirim Finn Wolfhard, da série Stranger Things e do filme It – A Coisa, deixou a APA, agência para a qual o acusado trabalha(va). Em contrapartida, a empresa anunciou sua demissão: “O vínculo empregatício de Tyler Grasham com APA foi efetivamente terminado de imediato”, declarou um porta-voz da agência à Variety.

Tyler Grasham possuía uma lista de clientes com predominância de crianças e adolescentes. Segundo Godbe Lipman, é “incrivelmente difícil” que a APA não tivesse conhecimento de sua má conduta — o que ele teria atestado pela quantidade de pessoas que descobriram que a denúnica se referia a ele antes mesmo de revelar o nome do abusador.

Blaise Godbe Lipman diz que só decidiu revelar a identidade de Tyler Grasham depois que o homem “o cutucou” no Facebook. Eles não são amigos na rede social.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Cinemas