Furto de cabos e adornos atrasa iluminação de Natal de Maceió

Equipes da iluminação pública têm perdido tempo refazendo a decoração de áreas que já tinham sido finalizadas

Ascom Sima / Eberth Lins

Furto de cabos e adornos atrasa iluminação de Natal de Maceió Equipes trabalham para finaliazar instações até o final deste mês. Foto: Ascom SMTT

A Prefeitura de Maceió está se organizando para oferecer aos cidadãos e turistas a maior decoração natalina da história da cidade. Equipes da Superintendência de Iluminação Pública de Maceió (Sima) vão instalar 55 toneladas de adornos para compor a decoração especial, que este ano, vai contemplar uma dezena de bairros, em 18 pontos diferentes da capital.

A instalação da decoração, no entanto, esbarrou num problema que tem se agravado cada vez mais na cidade: o furto de cabos.

Somente entre os dias 1º e 10 de novembro, estruturas de três áreas que já tinham sido finalizadas foram depredadas e tiveram objetos da decoração furtados, conforme levantamento realizado por fiscais da Superintendência Municipal de Iluminação Pública (Sima).

A decoração dos coqueiros que estavam iluminados no canteiro central da Avenida Silvio Vianna, na Ponta Verde, já foi refeita mais de uma vez, por exemplo.

A superintendente de Iluminação Pública de Maceió, Camila Porciúncula, alerta para os prejuízos causados pela prática criminosa.

“A decoração especial demanda um trabalho mais complexo que uma instalação normal. Cada coqueiro da orla, por exemplo, tem dois projetores e cinco piscas. Temos casos em que os piscas não foram levados, mas a estrutura foi muito danificada e precisou ser refeita”, explica.

De acordo com a titular da Sima, as equipes que estão trabalhando na decoração de Natal passaram os últimos dias refazendo estruturas danificadas na orla.

“Além do prejuízo para os cofres públicos, tem um prejuízo grande para o avanço das instalações na cidade. Estamos empenhados em fazer um Natal lindo e de muitas cores, mas para isso precisamos da colaboração da população”, acrescenta.

Furtos prejudicam avanço da iluminação em Maceió

Neste ano de 2022, Maceió já acumula mais de R$ 700 mil em prejuízos para recompor estruturas que tiveram cabos furtados.

“Infelizmente, essa prática tem prejudicado toda a cidade de Maceió, uma vez que ao invés de avançarmos com novas obras e serviços, temos que voltar para refazer estruturas que foram furtadas por criminosos”, pontua a superintendente.

O cidadão pode contribuir no trabalho de combate aos furtos de cabos e adornos informando situações suspeitas à Polícia Civil, por meio do Disque Denúncia, no 181. A identidade do cidadão é resguardada pelas autoridades.

Publicidade

Tem, Tem, Tem Abril Lateral
Tem, Tem, Tem Abril Lateral

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Tem, Tem, Tem Abril Lateral

Agenda