Gênio de 12 anos é o mais jovem a cursar engenharia aeroespacial

De acordo com sua mãe, o menino prodígio começou a emitir os primeiros sons quando tinha apenas 4 semanas, e aos dois anos já conseguia ler a Constituição dos Estados Unidos inteira.

Só Notícia Boa

Gênio de 12 anos é o mais jovem a cursar engenharia aeroespacial

Um menino de 12 anos deve fazer história como o aluno mais jovem a estudar engenharia aeroespacial na Georgia Tech, uma das mais renomadas universidades de tecnologia do mundo.

Caleb Anderson é um adolescente prodígio que mora em Marietta, na Georgia.

Desde muito cedo, surpreendeu a todos pela capacidade de avaliar e reter informações complexas.

E deve ingressar na Universidade ainda este mês.

Gênio precoce

De acordo com sua mãe, o menino prodígio começou a emitir os primeiros sons quando tinha apenas 4 semanas, e aos dois anos já conseguia ler a Constituição dos Estados Unidos inteira.

Atualmente, o garoto fala inglês, espanhol, francês e mandarim.

‘Não acho que nada que Caleb tenha feito tenha sido normal para nós’, disse a mãe do jovem, Claire Anderson, nesta semana.

‘Eu não sou muito inteligente, apenas apreendo informações rapidamente’, disse Caleb demonstrando humildade.

‘Eu tenho essa memória distinta de ir para uma classe de primeira série e aprender lá, e todos eram bem mais altos do que eu, porque eu tinha dois anos – eu mal conseguia andar,’ acrescentou.

Elon Musk

Caleb – que espera conseguir um estágio com o fundador da Tesla Elon Musk – avançou para o ensino médio rapidamente, mas seus colegas adolescentes estavam longe de ser acolhedores.

“As crianças de lá me desprezavam, me tratavam como se eu fosse uma anomalia”, afirmou.

Caleb concluiu o ensino médio aos 11 anos de idade, e há um ano que estuda engenharia aeroespacial na escola técnica, no Chattahoochee Technical College.

Lições de vida

Os pais estavam ansiosos para que ele tivesse a experiência universitária na Georgia Tech.

Eles também querem ter certeza de que Caleb aprende lições de vida importantes fora da sala de aula.

‘Queremos ter certeza de que quando ele for um adulto, ele será um ótimo marido, um ótimo pai, um grande amigo’, disse o casal à CBS.

A mãe de Caleb, Claire, tem mestrado em educação, enquanto papai Kobi é vendedor de TI.

Embora a maioria dos pais ainda esteja ajudando seus filhos de 12 anos com os deveres de casa, eles não podem mais ajudar nas tarefas complexas que Caleb está cumprindo.

‘Ambos não somos cientistas de foguetes’, disse Claire.

‘Tivemos que aprender que há outras coisas que podemos ensinar a ele sobre compaixão, bondade e buscar o bem nos outros’.

Com informações do Daily Mail

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Cinemas