Maceió 200 anos: designer homenageia bairros da capital

Referências históricas e arquitetônicas foram a base do trabalho do designer Tom Carvalho, que desenvolveu o Projeto Logos de Maceió para homenagear os 200 anos da capital alagoana. As imagens, que mostram peculiaridades de 48 bairros da cidade, foram divulgadas nessa quarta-feira (11), nas redes sociais. De acordo com Carvalho, maceioense criado no bairro da […]

Maceió 200 anos: designer homenageia bairros da capital

Referências históricas e arquitetônicas foram a base do trabalho do designer Tom Carvalho, que desenvolveu o Projeto Logos de Maceió para homenagear os 200 anos da capital alagoana. As imagens, que mostram peculiaridades de 48 bairros da cidade, foram divulgadas nessa quarta-feira (11), nas redes sociais.

De acordo com Carvalho, maceioense criado no bairro da Jatiúca, a ideia do projeto nasceu de uma conversa que ele teve com o sogro em Riacho Doce. “Falamos sobre a carga histórica que havia naquele local, com a questão da extração de petróleo, e a partir disso comecei a pensar em fazer algo não apenas em Riacho Doce, mas uma homenagem para a nossa cidade, que comemora 200 anos”, afirmou.

O designer disse que, após decidir dar início ao Projeto, começou a fazer uma pesquisa para encontrar as referências para elaborar as logos. “Usei muito a Internet para achar os dados sobre os bairros, mas também conversei com pessoas que residem nesses locais”, relatou.

No desenvolvimento do projeto, Carvalho contou com a consultoria da esposa, que é arquiteta. Foi dela a ideia de usar a imagem do famoso pintinho, instalada em uma fábrica, na logo que representa o bairro do Tabuleiro do Martins. “Sempre mostro para ela todos os meus trabalhos para saber uma opinião diferenciada, com esse olhar arquitetônico”, disse.

Para os bairros onde não foram encontrados dados históricos ou referências arquitetônicas, Carvalho optou por fazer as logos usando os nomes das localidades como ponto de partida para a produção. “Foi o que fizemos com a imagem que retratra a Ponta da Terra, quando usei a nomenclatura como base para o meu trabalho”, finalizou o designer.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Cinemas