Músico Caê Mancini mistura ritmos em novo disco Folguedo Caldeado

Uma mistura rítmica dos folguedos populares, batidas afrobeat, toques de pandeiro, carimbó e capoeira. É nessa miscigenação da cultura brasileira que o músico Caê Mancini aposta para representar suas principais influências no novo EP “Folguedo Caldeado” – já disponível para audição online nas plataformas Soundcloud e Youtube. Depois de ter passado por algumas bandas do […]

Músico Caê Mancini mistura ritmos em novo disco Folguedo Caldeado

Uma mistura rítmica dos folguedos populares, batidas afrobeat, toques de pandeiro, carimbó e capoeira.

É nessa miscigenação da cultura brasileira que o músico Caê Mancini aposta para representar suas principais influências no novo EP “Folguedo Caldeado” – já disponível para audição online nas plataformas Soundcloud e Youtube.

Depois de ter passado por algumas bandas do cenário alternativo alagoano e carioca, o artista agora foca em suas composições próprias – todas as músicas de “Folguedo Caldeado” são de sua autoria, que assina ainda a concepção artística do disco com Dinho Zampier, também responsável pela produção musical do projeto.

“As minhas andanças entre Maceió e Rio de Janeiro me fizeram enxergar com maior clareza o intuitivo que se tem no nordeste”, explica Caê. “A intenção do disco é mostrar a riqueza da simplicidade das palavras, dos ritmos, e toda essa mistura da cultura brasileira”.

O disco, gravado entre 2014 e 2015 na ponte aérea Maceió – Rio de Janeiro, é composto por cinco faixas com um som contagiante, e letras que são a marca registrada do artista: jogos de palavras que brincam com uma rítmica influenciada pelo repente e embolada.

O EP contou com a participação de músicos de peso como Jaques Setton nos violões, Roberi Rei nas percussões e efeitos, Ykson Nascimento no baixo, Allyson Paz na bateria e Dinho Zampier nos teclados. Além das participações especiais de Bruno Pagalani no Bandolim da faixa “Saia Longa”, e Miguel Martins, nas guitarras da faixa “Pato no Tucupi”.

O disco físico de “Folguedo Caldeado” tem projeto gráfico de Flávia Correia e arte de Daniel Aubert, e pode ser adquirido com o próprio músico, por R$ 10.

 

Divulgação Online

O disco conta com uma mega operação de divulgação online – além de o EP ser inteiramente disponibilizado na internet, o público pode ainda ter acesso a comentários do músico faixa a faixa por uma web-série já lançada no youtube, além de clipes e um documentário mais detalhado com os bastidores de toda a concepção do disco, com previsão de lançamento para o mês de dezembro.

 

Segue link com um faixa a faixa:

 

https://www.youtube.com/watch?v=ZUr9EcSdxR0&list=PLHqMWJlO1jMrBSM8EjIE7CvLqDDxy3NW4

 

Disco completo:

https://www.youtube.com/watch?v=iOsxkT2CBuw&list=PLHqMWJlO1jMr5OOvpb6SS_KAlOBE8NTbm

 

 

 

—————————————————————————–

 

Biografia

Carioca criado em Alagoas, Caê Mancini é compositor e instrumentista autodidata. Depois de ter passado por algumas bandas do cenário alternativo alagoano e carioca, em meados de 2009 o artista começou a desenvolver suas composições próprias, culminando na produção de dois EP’s intitulados de “Lado A” e “Lado B”, lançados em 2014. Caê já se apresentou abrindo shows para nomes importantes da música nacional e internacional: Natiruts (BR), Ponto de Equilibrio (BR), The Wailers (Jamaica), Groundation (California), Wado (BR), Selton (BR), Dingobells (BR), Katchafire (Nova Zelândia).

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Cinemas