Pesquisa vai ajudar empresas de eventos a retomar serviços de forma mais segura na pandemia

Levantamento do Sebrae Alagoas quer identificar quantos negócios desse setor estão ativos hoje no estado, para apoiar no desenvolvimento de novas estratégias de mercado

Savannah Comunicação Corporativa / Kelmenn Freitas

Pesquisa vai ajudar empresas de eventos a retomar serviços de forma mais segura na pandemia

Um levantamento realizado pelo Sebrae Alagoas, Federalagoas e a Associação Comercial de Maceió quer identificar quantas empresas do setor de eventos estão ativas hoje no estado, para ajudar esses negócios a desenvolverem estratégias seguras de retomada dos seus serviços ainda na pandemia. A expectativa é que no mínimo 400 empreendedores respondam a pesquisa, que está disponível no link forms.gle/N82tdDzLXR4M2tYLA.

A instituição espera obter informações principalmente das empresas que realizam ou comercializam congressos, feiras, eventos esportivos, promocionais ou culturais, shows, festas, festivais, simpósios ou espetáculos em geral, casas de eventos, buffet sociais e infantis, casas noturnas, além de empresas de hotelaria em geral, cinemas e prestação de serviços turísticos.

Esses negócios foram os mais prejudicados pela pandemia, juntamente com o setor de bares e restaurantes, já que reunir um determinado número de pessoas para a prestação dos seus serviços é uma característica inerente dessa atividade econômica. Com o distanciamento social em vigor durante meses a fio, para evitar aglomerações e conter a contaminação pelo coronavírus, muitas empresas acabaram até mesmo fechando.

“A partir dos dados, nós conheceremos o perfil das empresas, os impactos sofridos com a crise sanitária da Covid-19 e os desdobramentos econômicos oriundos desse processo. Neste direcionamento, será proposta uma agenda com os gestores públicos para a construção de ações para a retomada da atividade”, explica a analista da Unidade de Relacionamento Empresarial (URE) do Sebrae Alagoas, Pauline Reis.

Segurança sanitária

Após a pesquisa, o Sebrae, a Federalagoas e a Associação Comercial de Maceió, por meio do Núcleo de Eventos do Programa Empreender – irão estruturar as estratégias para promover um retorno sustentável e seguro para os clientes que serão atendidos, em breve, com a volta dos serviços dessas empresas.

]O diretor regional para Alagoas da Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (ABRAPE), Sérgio Feitosa, reforça a chamada para que todos os empreendedores do setor respondam a pesquisa.

“É muito importante que cada um, seja MEI, produtor, técnico, enfim, que todas as pessoas que estão envolvidas na cadeia de eventos respondam a esse formulário, para que a gente tenha um levantamento do nosso segmento aqui no estado, com foco nesse novo momento”, destaca.

“Ele [o levantamento] engloba ouvir toda a cadeia de eventos, produtores, artistas, fornecedores, casas de espetáculos. Enfim, toda a nossa cadeia do segmento de entretenimento no estado”, completa ele.

Fase Amarela

Alagoas se encontra hoje na Fase Amarela do Plano de Distanciamento Social Controlado. O atual decreto do governo é válido até as 23h59 desta quinta-feira, 2 de setembro. Confira abaixo as medidas ainda em vigor:

– Lojas, galerias, centros comerciais, shopping centers, academias, clubes e centros de ginásticas permanecem com funcionamento em horário regular.

 – Bares, restaurantes e estabelecimentos congêneres seguem com horário entre 5h e 0h. Depois deste horário, será permitido apenas o atendimento por meio dos serviços de entrega, inclusive por aplicativo, e na modalidade “pegue e leve”, sendo expressamente proibido o consumo local, tanto de bebidas quanto de alimentos.

– Teatros, museus, parques temáticos, circos e cinemas podem funcionar com 50% de ocupação.

– Templos, igrejas e demais instituições religiosas autorizados com 50% da capacidade.

– Academias, clubes e centros de ginásticas seguem de portas abertas em horário regular, mas 50% de capacidade, sendo permitidas aulas coletivas com, no máximo, 25 pessoas por turma.

– Transporte intermunicipal de passageiros e turístico continua a operar com 75% de capacidade.

Publicidade

Faz, Faz, Faz 300 x 250
Faz, Faz, Faz 300 x 250

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Faz, Faz, Faz 300 x 250

Agenda