Presidente do CSA confirma saída do Mutange em dezembro e detalha próximos passos

O Centro Sportivo Alagoano vai deixar o Centro de Treinamento Gustavo Paiva, no Mutange, devido aos problemas com extração de sal-gema.

Tnh1 / Paulo Victor Malta

TV Pajuçara / Izaac Pacheco Presidente do CSA confirma saída do Mutange em dezembro e detalha próximos passos

O Centro Sportivo Alagoano vai deixar o Centro de Treinamento Gustavo Paiva, no bairro do Mutange, em Maceió, devido aos problemas com extração de sal-gema identificados pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM) nos bairros do Pinheiro, Mutange e Bebedouro. Em entrevista à Rádio Pajuçara FM Maceió nesta quinta-feira (21), o presidente executivo do CSA, Rafael Tenório, confirmou a informação.

“O último jogo do Brasileiro será no dia 8 de dezembro. Após isso, a atividade do futebol será encerrada no Mutange e o setor administrativo vai ter que sair até o final do ano. Vamos organizar toda a mudança dos equipamentos para no dia 4 de janeiro, data de início da pré-temporada, estar encaminhado para o Nelsão”, disse Tenório.

O presidente do CSA revelou que esteve reunido com diretores da Braskem e o departamento jurídico do clube na última quarta-feira (20), quando foi decidida a situação. Tenório falou ainda que acertou com o empresário João Feijó, que já auxiliou a diretoria azulina no início da atual gestão, o aluguel do Estádio Nelson Peixoto Feijó, localizado na Serraria, pelos próximos dois anos. O aluguel será pago pela Braskem. O contrato vai contar também com opção de compra. Os valores, inclusive, já foram debatidos entre os dirigentes, a Braskem e o empresário.

“Tem que se controlar até para não chorar. Tem 57 anos que conheço o Mutange, cheguei com 8 anos de idade. São quase seis décadas. Depois me tornei presidente do clube, recuperamos tudo, construímos, fizemos academia, centro médico, refeitório… Estávamos concluindo o vestiário com investimento de quase 2 milhões de reais. Olhar para trás, são 106 anos de história. Estamos também preparando um dossiê sobre a história do CSA no Mutange para entregar para a Braskem e deixar isso como histórico do CSA”, comentou Tenório, emocionado.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade