Últimos dias para as inscrições no 4º Festal

Prazo vai até 10/07

Últimos dias para as inscrições no 4º Festal

Os grupos e artistas interessados em compor a programação do 4º Festival de Artes Cênicas de Alagoas, Festal, precisam se apressar. As propostas devem ser enviadas até o dia 10/07. O edital e a ficha de inscrição estão disponíveis em www.festivaldeteatrodealagoas.blogspot.com. Podem se inscrever grupos e artistas cênicos que atuem nas linguagens do teatro, dança, performance, circo e contação de histórias.

Os trabalhos enviados vão passar por uma análise, cujo resultado será divulgado no dia 23/07. A programação está prevista para ocorrer entre os dias 10 e 24 de outubro. Serão realizadas 15 apresentações em espaços públicos de Maceió, além da exposição visual Fio da Memória, que busca resgatar a história do teatro alagoano, reunindo diversos registros da produção cênica local.

Cada grupo ou artista selecionado receberá um cachê de R$ 1.000,00 por apresentação e por uma visita mediada à exposição visual “Fio da Memória” junto a uma escola pública. Mantendo o compromisso com a inclusão social, o 4º Festal também apresentará parte de seus espetáculos em Libras e audiodescrição.

“Como se trata de uma ação colaborativa e cujo propósito ultrapassa a mera realização de um evento, faz-se necessário que os interessados se engajem no processo de construção do FESTAL para além da apresentação do seu espetáculo, comprometendo-se ainda em termos de apoio na produção, difusão e consolidação da marca FESTAL”, explica o integrante da rede colaborativa que organiza o Festal, Thiago Sampaio.

“Evidenciando a força e resistência do trabalho colaborativo, o FESTAL já alcançou significativa notoriedade em meio aos poderes público e privado de Alagoas, superando as expectativas frente às adversidades contextuais pelas quais passa a Arte no país. A intenção é continuar nesse ritmo e abrir caminhos para novas iniciativas dessa natureza, favorecendo uma produção artística e cultural alagoana cada vez mais organizada e coesa”, reforça Thiago.

Sobre o Festal

O Festival de Artes Cênicas de Alagoas, Festal, é uma construção colaborativa com o intuito de manter uma Rede capaz de gerar, garantir e manter condições que impulsionem a criação e difusão das artes cênicas em Alagoas de maneira democrática, permanente e expansiva, inclusive no âmbito da economia produtiva. Não se trata de uma mostra de espetáculos, mas sim de um movimento que tem se intensificado ao longo dos últimos três anos em favor da produção artística e cultural alagoana.

A primeira edição do festival ocorreu em 2011, em comemoração aos 10 anos da Cia Teatro da Meia-Noite. A programação foi composta pelo repertório da Cia, ofertada gratuitamente ao público, e contando, no seu encerramento, com a participação de diferentes artistas de Maceió. O Sesc Alagoas e a Diteal foram os principais parceiros.

Cinco anos depois, em 2016, o FESTAL adotou o formato de uma organização conjunta entre diversos grupos locais. A proposta também partiu da Cia Teatro da Meia-Noite, sendo abraçada pelos demais grupos interessados. Divididos em diferentes funções, os artistas envolvidos produziram uma mostra de 16 espetáculos de teatro, dança e circo, distribuídos em espaços variados, contando, mais uma vez, com a parceria do Sesc Alagoas e da Diteal, entre outros apoiadores.

Em 2017, sob a organização da Cia do Chapéu, o projeto da 3ª edição foi selecionado pelo Prêmio Algás Social, e realizou uma programação totalmente gratuita, composta por 15 espetáculos e 10 oficinas de temáticas variadas, direcionadas predominantemente para alunos da rede pública de ensino, mas que também atendeu ao público em geral. Além dos parceiros das edições anteriores, novos nomes se juntaram a essa ação, tais como a Secretaria Municipal de Educação de Maceió, Semed, a Escola Técnica de Artes da Ufal, ETA, o Instituto Zumbi dos Palmares, IZP, e Akar Coworking. O Festal contou também com o patrocínio do SESI Alagoas, do Grupo Ferreira Hora e Coringa.

Em 2018, o FESTAL chega a sua 4ª edição, organizado, desta vez, por uma Comissão Gestora composta por integrantes de diversos grupos locais, com supervisão do Coletivo Volante de Teatro. Contemplado pela segunda vez consecutiva com o Prêmio Algás Social, esse conjunto de artistas colhe os frutos de um trabalho sério e de significativa relevância para o cenário sociocultural alagoano.

Atualmente, os grupos e artistas envolvidos na realização do FESTAL são: Associação Teatral Joana Gajuru, Bárbara Lustoza, Cia do Chapéu, Cia dos Pés, Cia La Casa, Cia Reka de Teatro, Cia Teatro da Meia-Noite, Cia Teatro da Poesia, Cia Vers’Artes, Código 8, Coletivo Volante de Teatro, Coletivo Heteaçã, Grupo Clowns de Quinta, Núcleo Presente e OZinformais Cia Artística.

Nesta 4ª a edição, O Festal recebe o apoio da Fundação Municipal de Ação Cultural, Fmac, Escola Técnica de Artes, ETA, e o Espaço Cultural da UFAL, Casa Jorge de Lima e do Museu Théo Brandão.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Cinemas