AL reduz nº de homicídios, mas fica no topo do Mapa da Violência 2014

Foram 64,6 assassinatos a cada 100 mil habitantes em 2012. Número é mais que o dobro da média nacional, que é de 29 homicídios.

AL reduz nº de homicídios, mas fica no topo do Mapa da Violência 2014

A prévia do estudo “Mapa da Violência 2014. Os jovens do Brasil” divulgada nesta terça-feira (27) pelo Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americano, traz uma redução de 10,4% no número médio de homicídios em Alagoas quando comparados os anos de 2011 e 2012. Uma queda mínima, entretanto, que não foi capaz de retirar do estado a marca de unidade da federação com a maior média de homicídios no país. Foram 64,6 assassinatos a cada 100 mil habitantes.

O relatório completo deve ser divulgado até o final do mês de junho, segundo o pesquisador e sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, Coordenador da Área de Estudos da Violência da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (FLACSO).

“Este são dados absolutos que já estão consolidados. No estudo completo teremos ainda dados específicos sobre mortes de mulheres, jovens entre outros”, explica o sociólogo.O estudo, realizado com informações das bases de dados do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde (MS), correspondentes ao ano de 2012, traz ainda uma comparação na evolução do número de homicídios no intervalo de uma década.Enquanto em 2002 o estado registrou 989 assassinatos, em 2012 foi mais que o dobro: 2046. Uma evolução de 106,9%, levando-se em consideração o número de homicídios na população total.

De acordo com o levantamento, só cinco estados registraram quedas nas taxas de homicídios a cada 100 mil habitantes no comparativo entre 2011 e 2012.

O sociólogo classifica como insignificante a redução nos casos de Espírito Santo (-0,2%, com 47,3 homicídios) e Rio de Janeiro (-0,3%, com 28,3 homicídios), e como moderada nos casos de Pernambuco (-5,1%, com 37,1 homicídios), Paraíba (-6,2%, com 40,1 homicídios) e Alagoas. A médica nacional ficou em 29 assassinatos a cada 100 mil habitantes em 2012. Um crescimento de 7% em relação a 2011. Quando observado o número de homicídios na população total, o Brasil teve 56.337 pessoas mortas em 2012. Uma crescimento de 13,4% no comparativo com 2002.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade