Como manter uma alimentação saudável na Semana Santa

Nutricionista explica como manter o controle e acertar nas escolhas para não comprometer o treino

Como manter uma alimentação saudável na Semana Santa

O período de Páscoa nem sempre é tão agradável quanto parece. E isso está relacionado às maravilhosas, mas perigosas, tentações culinárias da Sexta-feira Santa e Domingo de Páscoa, e da enorme variedade de chocolates, que é tradição nesta época, mas que podem prejudicar meses de treino.

Para quem está sempre andando na linha, seguindo à risca um programa de treino e alimentação, resistir aos pratos com frutos do mar e ao tradicional ovo de páscoa é difícil. Para que a dieta continue firme durante esse período, a nutricionista Tatiane Ramalho, que atende semanalmente na Academia Personalle Fitness, na Ponta Verde, enumerou algumas informações importantes para uma Páscoa saudável e livre daquela sensação de arrependimento por ter comido demais.

Primeiro, é interessante ressaltar que o chocolate não é um vilão. Muito pelo contrário, faz bem à saúde, desde que consumido com moderação. “Optar sempre pelo chocolate preto amargo com teor de cacau maior, a partir de 50%, é o recomendável. Esses são os verdadeiros chocolates com benefícios, o restante não.” afirma a profissional. Evitar o chocolate branco e os recheados com nozes, amendoim, castanha-de-caju ou trufados é recomendável, pois estes tendem a ser bem mais calóricos do que o chocolate ao leite.

Sobre as refeições dessa época, os peixes são fontes ricas de proteínas, vitaminas e minerais (zinco, fósforo, cálcio e iodo, esse último presente em peixes de água salgada). A sua gordura é mais saudável do que a das carnes vermelhas, apresentando uma melhor digestibilidade. Mas, é preciso prestar atenção também ao lugar onde o pescado será comprado. Segundo a nutricionista, a dica prática para identificar a qualidade do peixe no momento da compra é pressionar o dedo polegar sobre ele. “Se, ao retirar o dedo, for observado que ficou a impressão marcada sobre o peixe, recomenda-se não adquiri-lo”, diz.

Quanto ao modo de preparo, peixes assados, cozidos ou grelhados, são mais saudáveis. Os peixes e demais frutos do mar, quando fritos, possuem alto teor calórico. “As preparações ao leite de coco, como quibebe, bredo e feijão de coco, entre outras opções, devem ser consumidas com moderação, devido ao seu alto teor de gordura e, consequentemente de alto valor calórico. O leite de coco deve ser consumido com moderação”, finaliza a nutricionista.

Seja na Páscoa, ou em qualquer outra época tradicional do ano, o importante é manter o foco no treino e na dieta pra não se arrepender depois. Afinal, meses de esforços podem ser perdidos com deslizes em apenas uma semana.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade