Espetáculo sobre os ‘causos do sertão’ chega a Maceió no fim do mês

‘Vinte Motes na Cacunda’ estrelado por Jessier Quirino é uma homenagem ao Nordeste

Assessoria de Imprensa / Arconço Teixeira

Espetáculo sobre os ‘causos do sertão’ chega a Maceió no fim do mês

Com 20 anos de carreira, o poeta paraibano Jessier Quirino já contou em verso, prosa e canções muitos ‘causos’ do sertão. Para comemorar esse feito, o artista conta algumas dessas histórias no espetáculo Vinte Motes na Cacunda, apresentado nos dias 28 e 29 de abril às 20h no Teatro Deodoro.

Um vivenciador e expoente da cultura nordestina o espetáculo explora temas variados do vasto repertório de músicas, poesias, causos e tiradas engraçadas do ventre do povo. O estilo próprio do artista paraibano prende o público de forma peculiar. Como bom contador de histórias, aproveita os “motes” e descreve fatos curiosos do processo criativo e até histórias de vivência pessoal.

Com isso, Jessier traz um programa de rádio como parte do espetáculo, além de um cenário com o qual é possível contracenar de “A Hora do Manguzá”, uma impagável tradução de palco de um desses programas vespertinos onde o animador anuncia “Manguzás Dançantes”, fala com o ouvinte, manda recado em forma de propagandas, num contraponto hilário do Sertão de ontem (que defende) e modismos contemporâneos.

Falar do sertão sem soar pesado e triste é quase um desafio pelo estigma que permeia a região, porém, pelo olhar do poeta, a história do matuto sertanejo ganha ares de heroísmo. Quando pequeno, a partir das histórias que ouvía, tinha na cabeça uma imagem do vaqueiro que desbravava essas terras vinculada aos grandes heróis medievais.

Plural, o artista passeia por vários estilos nessa trajetória de reverência ao interior. Poesia, teatro, música, tudo veio da influência do rádio, explica o artista. “Na minha juventude o rádio era muito presente, e ele provocava a imaginação, diferente da TV”.

O espetáculo é composto de um grande cenário com personagens marcantes da vida interiorana e apresenta-se acompanhado de dois músicos: Roberto Muniz e Arnaud Neto, que revezam vários instrumentos e tornam-se orquestra. Em cena, Quirino brinca com os gestos, com a melodia e com as palavras, mostrando que carrega muito mais que 20 Motes na cacunda.

 

Serviço:

Espetáculo ‘Vinte Motes na Cacunda’ de Jessier Quirino

 

Datas: 28 e 29 de abril
Hora: 20h
Local: Teatro Deodoro
Entrada: R$ 35 (meia-entrada) R$40 (Lote social) e R$ 70 (inteira)
Locais de venda: Chilli Beans no Maceió Shopping (dinheiro ou cartão em até 3x sem juros) Viva Alagoas (apenas dinheiro) ou on-line pelo link www.sympla.com.br/jessierquirino (boleto ou cartão em até 10x)
Censura: Livre
Realização: Luma Entretenimento
Mais informações: 82.99908-1035

Publicidade

HVT Card

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

HVT Card