Hospital Memorial Arthur Ramos realizou ação de conscientização no Dia Mundial da Sepse

Panfletagem chamou atenção para doença que é a principal causa de morte nas UTIs

Hospital Memorial Arthur Ramos realizou ação de conscientização no Dia Mundial da Sepse

A Comissão de Controle e Infecção Hospitalar (CCIH) do Hospital Memorial Arthur Ramos (HMAR) realizou, no dia 13 de setembro, uma ação em alusão ao Dia Mundial da Sepse. Com o objetivo de conscientizar a população sobre a necessidade de tratar a sepse nas primeiras horas, uma equipe da CCIH entregou panfletos informativos e esclareceu dúvidas, no Terminal Rodoviário de Maceió e também nos ambulatórios do HMAR.

Durante a ação, muitas pessoas descobriram que a sepse é um conjunto de manifestações graves em todo o organismo produzidas por uma infecção, que acontece quando o corpo responde a uma infecção atacando seus próprios órgãos, que deixam de funcionar bem, muito conhecida como infecção generalizada. Na ação de conscientização, apoiada pelo Instituto Latino Americano de Sepse (ILAS), a população foi instruída a perceber quando o corpo dá sinais de que necessita do atendimento hospitalar imediato.

Segundo apontam dados do ILAS, a sepse é responsável por 25% da ocupação de leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTI), além de ser a principal causa de morte nas UTIs. A coordenadora da CCIH, Dra. Rosane Brandão, ressaltou que a sepse é uma das principais causas de morte em hospitais do Brasil. “A sepse é uma doença que mata mais do que o infarto do miocárdio e o câncer e por isso é importante divulgá-la, para que as pessoas saibam diagnosticá-la rapidamente e evitar a mortalidade. Só no Brasil, a mortalidade passa de 50%, principalmente em hospitais públicos”, explicou.

Publicidade

Correndo Atrás de Um Pai
Correndo Atrás de Um Pai

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade