Relatório de balneabilidade apresenta praias próprias para banho

O Laboratório de Estudos Ambientais do Instituto do Meio Ambiente (IMA) divulga o relatório de balneabilidade de 64 trechos de praias localizados em Maceió e nos Litorais Norte e Sul de Alagoas. Há oito trechos considerados impróprios e outros 56 próprios para banho. As amostras foram coletadas nos dias 12 e 13 de dezembro, quando […]

O Laboratório de Estudos Ambientais do Instituto do Meio Ambiente (IMA) divulga o relatório de balneabilidade de 64 trechos de praias localizados em Maceió e nos Litorais Norte e Sul de Alagoas. Há oito trechos considerados impróprios e outros 56 próprios para banho. As amostras foram coletadas nos dias 12 e 13 de dezembro, quando não houve registro de chuvas.

No Litoral Sul, entre Marechal Deodoro e Piaçabuçu, foram coletadas amostras em 21 locais e apenas dois deles apresentaram condições impróprias. Entre os 20 pontos analisados em Maceió, três estão considerados impróprios. Já no Litoral Norte, foram verificados outros 22 trechos, entre os municípios de Paripueira e Maragogi, e três locais não são indicados aos banhistas.

A classificação da água, quanto a ser própria ou imprópria para banho, é determinada pela quantidade, Número Mais Provável, das bactérias Escherichia coli (E.coli), consideradas patógenos, ou transmissoras de doenças, encontrada em cada 100mL de amostra coletada. As análises são realizadas conforme o que determina a Resolução 274/2000 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

A localização de todos os trechos está descrita no relatório. O documento é produzido e disponibilizado semanalmente pelo IMA, no site: www.ima.al.gov.br.

Relatório de balneabilidade apresenta praias próprias para banho

O Laboratório de Estudos Ambientais do Instituto do Meio Ambiente (IMA) divulga o relatório de balneabilidade de 64 trechos de praias localizados em Maceió e nos Litorais Norte e Sul de Alagoas. Há oito trechos considerados impróprios e outros 56 próprios para banho. As amostras foram coletadas nos dias 12 e 13 de dezembro, quando não houve registro de chuvas.

No Litoral Sul, entre Marechal Deodoro e Piaçabuçu, foram coletadas amostras em 21 locais e apenas dois deles apresentaram condições impróprias. Entre os 20 pontos analisados em Maceió, três estão considerados impróprios. Já no Litoral Norte, foram verificados outros 22 trechos, entre os municípios de Paripueira e Maragogi, e três locais não são indicados aos banhistas.

A classificação da água, quanto a ser própria ou imprópria para banho, é determinada pela quantidade, Número Mais Provável, das bactérias Escherichia coli (E.coli), consideradas patógenos, ou transmissoras de doenças, encontrada em cada 100mL de amostra coletada. As análises são realizadas conforme o que determina a Resolução 274/2000 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

A localização de todos os trechos está descrita no relatório. O documento é produzido e disponibilizado semanalmente pelo IMA, no site: www.ima.al.gov.br.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade