Repórter da Band, Bruna Drews, acusa Datena de assédio sexual e entra com processo contra apresentador

Segundo a reportagem, a situação teria ocorrido durante uma celebração do fim das gravações de um quadro do programa “Agora é com Datena”, em um bar da região central de São Paulo.

Hugo Gloss

Repórter da Band, Bruna Drews, acusa Datena de assédio sexual e entra com processo contra apresentador

Os tempos estão mudando e cada vez mais mulheres estão tomando coragem para denunciar situações de assédio sexual. Após ser divulgado esta semana que o ator José Mayer encerrou o contrato com a Globo por conta de seu comportamento inapropriado com uma das figurinista da emissora, há cerca dois anos, ficamos sabendo que a repórter Bruna Drews, da Band, entrou com um processo no Ministério Público de São Paulo contra o apresentador José Luiz Datena. De acordo com o Notícias da TV, Bruna acusa Datena de tê-la assediado sexualmente em junho do ano passado.

Segundo a reportagem, a situação teria ocorrido durante uma celebração do fim das gravações de um quadro do programa “Agora é com Datena”, em um bar da região central de São Paulo. Na denúncia feita por Bruna, ela afirma que Datena teria lhe dito que ela não precisava emagrecer “porque já era muito gostosa”. Além disso, ele teria dito várias vezes que se masturbava pensando na profissional e que julgava ser um “desperdício” ela ser lésbica. “Eu batia p*****a pra você antes e depois do programa”, o apresentador de 64 anos teria confessado à Bruna.

A repórter afirma que muitas pessoas presentes na ocasião ficaram constrangidas com o teor da conversa. Uma, inclusive dará seu depoimento diante da justiça, apesar de pedir para não ser identificada. No entanto, Datena nega que essa situação aconteceu e diz que tem suas próprias testemunhas para provar seu lado da história. “Isso não é verdade, é falso. Eu disse para ela que ela era uma pessoa bonita. Dizia no ar, pra todo o Brasil ouvir, [que é] bonita e competente. Ela nunca reclamou, só me agradeceu por tratá-la bem”, garantiu Datena. “Um dia, durante as gravações do quadro A Fuga, ela estava muito magra, passou mal e eu pedi para que ela fosse atendida. Na comemoração, repeti a ela que ela era muito bonita e que não precisava emagrecer, porque ela já era era competente. Tirando isso, todo o resto é mentira, calúnia e delírio”, completou.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Cinemas